25 Nov, 2017 Última atualização em 1:26 PM, Nov 13, 2017

Projetos arrojados atraem os moradores

Publicado em Centralidades Urbanas
Lido 3521 vezes
Avalie este item
(0 votos)

A engenheira e designer de interior Rosane Mota Guedes, moradora do Vila da Serra, aponta como pontos positivos a natureza privilegiada e o fato de os condomínios multifamiliares de alto padrão serem sinônimos de qualidade de vida, de convivência tranquila e de segurança.

A engenheira e designer de interior Rosane Mota Guedes, moradora do Vila da Serra, vem acompanhando de perto a formação da centralidade. Atraída à região pela paisagem natural e, consequentemente, por ser o lugar ideal para executar seus projetos de decoração, Rosane Guedes comenta que “a natureza privilegiada e o fato de ser ainda uma região com muitos espaços livres, esses elementos abrem espaço à criatividade. Mas, por outro lado, isso também gera uma grande responsabilidade, pois esses projetos moldarão a paisagem, a dinâmica urbana e a qualidade de vida dos moradores”.

Seu olhar para a nova centralidade do Vila da Serra e Vale do Sereno é atento e cheio de sensibilidade. Sob a ótica da designer Rosane Guedes, a região carrega em si uma particularidade: “Os condomínios multifamiliares de alto padrão proliferaram e é uma marca da região e de sua paisagem. Eles são sinônimos de qualidade de vida e de convivência tranquila. Na maioria dos condomínios há todo um cuidado com a segurança. Há ainda pontos importantes a endereçar, como por exemplo, o provimento de soluções de segurança para a região como um todo, a reciclagem de lixo, o abastecimento de água e a eliminação de gargalos para melhorar a fluidez do trânsito”, assinala Rosane Guedes.

Para Rosane, a centralidade tem se destacado pela grande extensão dos terrenos que abrigam condomínios igualmente grandes. “Isso é interessante na ótica arquitetônica e do design, pois há espaços livres, áreas de convivência, de gourmet, varandas, jardins. Como beleza, harmonia e funcionalidade são parte do que considero qualidade de vida, vejo pontos importantes que merecem ser cuidados para que o bem-estar seja perene. A manutenção de relacionamentos e a convivência dentro dos condomínios é uma delas. A oferta ordenada de comércio e serviços e a geração de empregos, próximos ao bairro, são outras condições para que se consolidem as vantagens dos condomínios”, destacou.

Ainda segundo ela, na centralidade do Vila da Serra e, também futuramente no Vale do Sereno, as construções tendem a manter um alto padrão de qualidade, atraindo moradores exigentes e que de alguma forma buscam estar mais perto da natureza e, ao mesmo tempo, de um centro urbano.
Rosane Guedes comenta que percebe em diversos condomínios “uma clara preocupação dos projetistas em evitar a formação de paredões e, através de angulações diferentes entre os prédios de um mesmo condomínio, viabilizar que todos os moradores tenham privacidade e acesso definitivo à vista privilegiada da natureza. Esse cuidado é muito importante para que a região não seja saturada, o que a faria perder parte de seu charme”.

Entre as características mais presentes na centralidade, Rosane Guedes aponta o estilo arquitetônico, a profusão de projetos arrojados e integrados à natureza, que são já marcas indeléveis do Vila da Serra e do Vale do Sereno. “Aqui os grandes condomínios se tornaram verdadeiros resorts, oferecendo serviços variados. Esses locais, quase sempre, têm infraestrutura e serviços para todas as idades, como recreação, atividades infantis, personal trainners, professores de tênis, chefs de cozinha, permitindo aos moradores usufruir desses benefícios e aproveitar sem sair do local”, comenta Rosane.

Outro ponto forte da região destacado por ela é a ventilação: “Tanto dentro quanto fora dos grandes condomínios, tem-se no Vila da Serra e no Vale do Sereno a percepção de espaço para respirar e para viver uma vida de boa qualidade. Eu acrescento que o silêncio propiciado aos moradores dos condomínios é também um ativo muito relevante dos moradores da região, que precisa ser preservado”, conclui Rosane Guedes.

Jornal Belvedere

Artigos assinados são de inteira responsabilidade do autor. Não expressando, portanto, a opinião da redação do Jornal Belvedere.

Folhear Última Edição

271

 

Anuncie Aqui2016 05