23 Nov, 2017 Última atualização em 1:26 PM, Nov 13, 2017

BHTrans tem planos para resolver a questão da mobilidade na região

TREVO BH SHOPPING  | BHTrans já possui o estudo da implantação do DDI para melhorar o tráfego em toda a região do Belvedere TREVO BH SHOPPING | BHTrans já possui o estudo da implantação do DDI para melhorar o tráfego em toda a região do Belvedere
Publicado em Mobilidade Urbana
Lido 2966 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Tagged sob

Empresa de trânsito já possui estudos sobre o DDI (Diverging Diamond Interchange), projeto sobre a Trincheira na Raja com Barão, e o Move na Avenida Nossa Senhora do Carmo.

Para saber sobre os planos da BHTrans para resolver a questão da mobilidade na região do Belvedere e no entorno do BH Shopping, o JORNAL BELVEDERE procurou o superintendente de Planejamento e Pesquisa da BHTrans, Marco Antônio Silveira, que falou sobre o DDI (Diverging Diamond Interchange), um interessante estudo feito para o trevo sobre a BR-356 (o Trevo do BH Shopping); sobre a existência do projeto da Trincheira nas Avenidas Raja com Barão Homem de Melo; sobre o Move na Avenida Nossa Senhora do Carmo; sobre as intervenções que a entidade já fez e pretende fazer na região, além de fornecer números, que impressionam, do fluxo de veículos no local.

Marco Antônio Silveira ressalta que atualmente o DDI é o único estudo que propõe uma grande intervenção para a região (leia matéria ao lado) e que pode, em breve, se transformar em um projeto executivo. Silveira lembrou que a BHTrans já fez pequenas intervenções na região do Belvedere, algumas como contrapartida do próprio BH Shopping, incluindo alargamento de pistas no entorno do shopping, mudanças nas rotatórias e nos semáforos, etc.

O superintendente da BHTrans pontua que a região do Belvedere se expandiu de forma muito rápida e gigantesca para o lado de Nova Lima, especialmente para os bairros Vila da Serra e Vale do Sereno, e, embora estejam em na cidade vizinha, são praticamente uma expansão de BH (Belvedere), se transformando numa região com alto índice de motorização. E no momento não há outras saídas para todo esse fluxo que não seja a rodovia MG-030 ou o final da Alameda da Serra. E isso provoca um estrangulamento, principalmente nos horários de pico.

DDI já recebeu aprovação técnica da BHTrans

O superintendente de Planejamento e Pesquisa da BHTrans, Marco Antônio Silveira, também esclarece que a BHTrans concorda com DDI (Diverging Diamond Interchange), mas que, por enquanto, ele não é um projeto e sim um estudo conceitual e uma simulação de tráfego. O estudo foi feito pela empresa Tectran, a pedido da Associação dos Empreendedores da Vila da Serra e do Vale do Sereno (AVS), para o Trevo da Raja Gabaglia com a BR-356 com o objetivo de melhorar o tráfego em toda a região, já que qualquer problema naquele trevo reflete em quase todas as vias no entorno, prejudicando quem vem de Nova Lima para BH, quem trafega no sentido contrário, e quem sai ou entra no Belvedere, no BH Shopping e para as faculdades que existem na região.

Silveira lembra que o DDI é uma solução de engenharia de tráfego que é aplicada em alguns países da Europa e nos Estados Unidos, com sucesso, e que propõe uma inversão de mão direcional no ponto crítico, ou seja, propõe uma mão inglesa no viaduto e faz algumas intervenções nas alças de acesso, acabando com aquele formato tradicional do trevo de quatro folhas que conhecemos.

Contagem volumétrica

Marco Antônio Silveira disse que o estudo foi apresentado à BHTrans e, depois de algumas análises, aprovado por seu corpo técnico: “A BHTrans concorda com essa solução. Agora, ela deverá ser objeto de um projeto executivo. O estudo levou em conta pesquisas de tráfego nos principais pontos de toda a região, contagem volumétrica de veículos, para alimentar os softwares da pesquisa. E a simulação prova que o DDI melhora sensivelmente o tráfego no local”.

Marco Antônio explicou que algumas pequenas alterações podem surgir na elaboração e no detalhamento do projeto executivo. Mas, ressaltou que, por enquanto, a BHTrans ainda não começou a desenvolver o projeto, já que os recursos para isso ainda não estão disponíveis. Quando tiver o recurso necessário, o projeto começa a ser desenvolvido.                     

FLUXO DIÁRIO DE VEÍCULOS NAS VIAS NO ENTORNO DO BELVEDERE

BR-356 (sentido BH/RJ): 17 mil
BR-356 (sentido RJ/BH): 21 mil
BR-356 (vindo do RJ em direção ao BH Shopping, Nova Lima ou Belvedere): 16 mil
MG-030 (interseção primeiro acesso ao shopping): 40 mil (sentido BH/Nova Lima)
Praça Marcelo Menicucci (sentido Raja/Praça): 65 mil (sendo que 20 mil vão para o Belvedere, 24 mil entram no BH Shopping e 21 mil vão para Nova Lima)
Alça do Trevo – Avenida Raja com BR-356 (sentido Belo Horizonte/BH Shopping): 17.500
Raja/Centro de BH: 15.700

Última modificação em Terça, 29 Novembro 2016 16:56
Jornal Belvedere

Artigos assinados são de inteira responsabilidade do autor. Não expressando, portanto, a opinião da redação do Jornal Belvedere.

Folhear Última Edição

271

 

Anuncie Aqui2016 05