27 Jun, 2017 Última atualização em 6:38 PM, Jun 23, 2017

APAC Nova Lima inaugura Unidade Feminina

VOLUNTARISMO | A obra contou com o trabalho de 24 recuperandos, que foram capacitados para os ofícios de pedreiro, pintor, encanador e eletricista VOLUNTARISMO | A obra contou com o trabalho de 24 recuperandos, que foram capacitados para os ofícios de pedreiro, pintor, encanador e eletricista
Publicado em Cidadania
Lido 461 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Tagged sob

Motivados pelo sucesso e baixo índice de reincidência na criminalidade, a Justiça da Comarca de Nova Lima e a Associação de Proteção e Apoio ao Condenado – APAC inauguraram, no último dia 09 de maio, as novas instalações da APAC - Unidade Feminina.

A solenidade contou com as presenças de autoridades dos poderes Judiciário, Executivo e Legislativo, estadual e municipal.  A solenidade também contou com apresentação do Coral Madrigal Liberatus  composto pelos recuperandos da APAC- NL.

O prédio foi construído com recursos próprios, contou com trabalho voluntário de engenheiro e arquiteta da cidade, doações de colaboradores e empresários, os quais contribuíram para a concretização desse modelo humanizado  de ressocialização e profissionalização das recuperandas.

A obra teve início em julho de 2015, com o trabalho de 24 recuperandos do regime fechado, os quais foram capacitados para os ofícios de pedreiro, pintor, encanador e eletricista. Foram edificados um total de 755 metros quadrados, a um custo de R$ 660 mil.

Com um projeto que parte de uma postura arrojada na execução penal, na unidade há 24 vagas, sendo 12 para o cumprimento de penas no regime fechado e outras 12 no regime semi-aberto. O prédio comporta oficinas de trabalho, lazer e uma creche. Pela proposta, os filhos das recuperandas ficarão com as mães nos primeiros meses de vida e, depois, serão levados a uma creche anexa, de forma que não convivam dentro do ambiente prisional. A mãe é que irá até eles, mantendo os laços familiares.

Jornal Belvedere

Artigos assinados são de inteira responsabilidade do autor. Não expressando, portanto, a opinião da redação do Jornal Belvedere.

Folhear Última Edição

261

 

Anuncie Aqui2016 05