18 Aug, 2017 Última atualização em 4:31 PM, Aug 11, 2017

CASA COR Minas 2017 • Entre o momento histórico e o contemporâneo

Publicado em Decoração
Lido 92 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Tagged sob

Em sua 23ª edição, a CASA COR Minas rompe mais um desafio e ocupa, em 2017, uma edificação histórica, cuja origem remonta do início do século 20.

O casarão, parte do acervo imóvel da extinta Rede Ferroviária Federal, a RFFSA, teve seus espaços recuperados sob a supervisão do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN/MG).  Inserida na Rua Sapucaí, no bairro Floresta, ao lado da Estação Ferroviária, local de grande efervescência urbana, cultural e gastronômica, a mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo do Estado ficará aberta ao público no período de 12 de agosto a 17 de setembro.

A CasaCor Minas ocupa o prédio de três pavimentos, porão, sótão e jardins. Ao escolher a Rua Sapucaí, os organizadores da CasaCor Minas pretendem reafirmar que a mostra segue antenada aos movimentos urbanos contemporâneos e propõe um novo olhar sobre a cidade e sobre a forma como ela vem sendo percebida e experimentada por seus moradores. “Tudo o que está relacionado à rede ferroviária é simbólico para os mineiros. Nós temos uma sintonia muito grande com a estrada de ferro, com o minério, isso está na nossa história, no nosso DNA, e foi aqui na Praça da Estação que Belo Horizonte começou”, frisa Juliana Grillo, diretora da CasaCor.

Eduardo Faleiro, também diretor da Mostra, disse que um imóvel com tais características veio ao encontro das suas expectativas: “O imóvel é um símbolo da arquitetura do início de Belo Horizonte, localizado em uma rua de efervescência cultural. A gente já tinha um olhar para essa região da cidade e procurávamos um imóvel central com importância histórica. Pesquisando, vimos nele, que estava desocupado há quase dez anos, uma oportunidade de sediar duas edições da CasaCor Minas Gerais”, conta.

O imóvel de cerca de 4 mil m² abriga 40 ambientes da mostra.  Com o tema “Foco no Essencial”, a CASA COR Minas buscou novas conexões para oferecer uma mostra interativa, em que a novidade está por toda parte. Está, por fim, no universo que agrega os lançamentos mais importantes do setor da arquitetura, design e tecnologia de ponta. O trabalho apresentado nesta edição é assinado por profissionais que, imersos no conceito de recuperação de um imóvel histórico e na sua conexão a uma linguagem contemporânea, fazem parte de um time de altíssimo quilate.

Uma visita à CasaCor é sempre uma oportunidade para explorar as tendências, conhecer mobiliário assinado por talentos brasileiros e a arte criativa dos profissionais da arquitetura e da decoração.

Suíte do par e Closet, por Rosane Guedes Interiores

O espaço suíte e closet leva a assinatura de Rosane Guedes, colaboradora do BELVEDERE. Bem intimista, o ambiente é um convite para o descanso, com iluminação suave e tons cinza nas paredes que contribuem para esse momento. A cama, disposta em posição que foge do convencional, ganha mais charme com o duvet assinado pelos irmãos Campanha especialmente para a CasaCor Minas. O projeto, além de permitir um total relaxamento, também se preocupa com a funcionalidade do espaço, por isso foram colocadas tomadas USB nas laterais da cama, que permitem o carregamento de dispositivos eletrônicos com maior comodidade. Com uma pegada urbana, o piso do banheiro foi revestido em porcelanato Absolute Black, que remete ao concreto. Para finalizar, estruturas metálicas foram utilizadas no closet que dialoga com a proposta do banheiro que abriga uma suntuosa banheira da Rocca.

Quem adentra o ambiente se depara com uma estande de cubos vazados assinada pela design, que de um lado recebe uma coleção de cristais e do outro esculturas de madeira de Marcelo Bittencourt. No canto, uma imponente cadeira italiana Re-vive, da Natuzzi, permite aos moradores, no caso é uma suíte do par, momentos de pura descontração. Atrás da cama, um espaço para a organização das tarefas do dia traz uma prática escrivaninha da Tom sobre Tom e cadeira do designer catarinense Jader Almeida.

Jornal Belvedere

Artigos assinados são de inteira responsabilidade do autor. Não expressando, portanto, a opinião da redação do Jornal Belvedere.

Folhear Última Edição

265

 

Anuncie Aqui2016 05