28 Jun, 2017 Última atualização em 6:38 PM, Jun 23, 2017

Fundação Torino tem exposição “Intercambistas pelo Mundo”

Publicado em Educação
Lido 144 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Tagged sob

A fotógrafa Carol Reis inaugura mostra que registra aventuras de estudantes intercambistas pelo mundo.

A Fundação Torino inicia o ano de 2017 recebendo, desde o último dia 2 de fevereiro, a exposição “Intercambistas pelo Mundo”, da fotógrafa Carol Reis. A mostra é composta por 22 fotografias e emoldura as experiências e descobertas de intercambistas de várias partes do mundo em viagens pelo Brasil, Estados Unidos e Europa. Com entrada gratuita e classificação livre, a exposição fica aberta para visitação dos alunos e da comunidade, até o dia 3 de abril, de segunda a sexta, das 10h às 21h.

As fotos que compõem a exposição são de estudantes estrangeiros, com idade entre 15 e 18 anos, em viagens pela Amazônia, Pantanal e Nordeste Brasileiro, Havaí, Paris, Budapeste, Veneza, Roma, Amsterdan, Bratislava. As imagens começaram a ser registradas em 2007, quando Carol Reis firmou uma parceria com a agência de viagens Belo Brasil Tours e embarcou em uma expedição de intercambistas pela Amazônia. A partir de então, a fotógrafa teve a oportunidade de clicar muitas outras experiências desses jovens, sendo a mais recente delas pela Europa. “Voltei ao velho mundo, respirei novos ares, me inspirei em histórias guardadas em castelos, experimentei de corpo e alma o banho húngaro em Budapeste, andei de bicicleta por Amsterdã e tantas outras aventuras compartilhadas com esses estudantes. Alguns desses momentos poderão ser vistos na exposição”, revela Carol Reis.

A mostra reforça as ações educacionais da Fundação Torino, uma escola internacional que tem a premissa de fazer conexões entre diversos temas, sempre em diálogo com a cultura e a arte. “A Fundação Torino acredita que educar é um processo amplo e multifacetado, não devendo ser restrito aos conteúdos curriculares tradicionais. Para uma efetiva formação cultural e humanística, é preciso que haja momentos e atividades que ultrapassem os limites da sala de aula e envolvam também a comunidade, destaca a diretora-geral da Fundação Torino, Márcia Naves.

A fotógrafa Carol Reis tem no seu DNA o apreço e a admiração pelas mais variadas formas de expressão artística. De família de imigrantes italianos, originários da Sicília, o bisavô, Salvador Trópia, foi dono de salas de exibição de filmes em Ouro Preto, e a avó, Geraldina Trópia, tocava piano nas sessões de cinema, numa época em que a sétima arte apenas realizava filmes mudos. Influenciada por esse ambiente familiar, impregnado de imagens e melodias, Carol faz da fotografia a sua linguagem.

Formada em Jornalismo pela PUC-Minas, colocou o pé na estrada, ou melhor, nas trilhas. Fotografou provas de motocross e enduro no Brasil e logo depois foi registrar os maiores campeonatos mundiais sobre duas rodas. Viajou pela Espanha, Portugal, Itália, França e República Checa... A fotografia revelou-lhe o gosto por desvendar o mundo, conhecer paisagens e culturas diferentes.

Jornal Belvedere

Artigos assinados são de inteira responsabilidade do autor. Não expressando, portanto, a opinião da redação do Jornal Belvedere.

Folhear Última Edição

261

 

Anuncie Aqui2016 05