23 May, 2017 Última atualização em 2:06 PM, May 11, 2017

Previna-se contra as Hepatites Virais

Publicado em Saúde & Bem-estar
Lido 9 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Tagged sob

A Hepatite é causada por cinco tipos de vírus: Hepatite A, Hepatite B, Hepatite C, Hepatite D e Hepatite E. Os principais casos são decorrentes dos vírus A, B e C, os quais são responsáveis por 2 bilhões de  casos no mundo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), estima-se que 400 milhões de pessoas estão vivendo com hepatite. Números que merecem atenção. Um levantamento do Ministério da Saúde detectou que, em 2014, foram notificados no Brasil 6.520 novos casos de Hepatite A, 17.914 de Hepatite B e 10.000 de Hepatite C. Por isso, proponho abordamos a consciência sobre a vacinação, um dos principais avanços no serviço de saúde no Brasil.


Doenças infectocontagiosas como sarampo, meningite, coqueluche e hepatite estão controladas graças ao elevado índice de imunização. Enfermidades que, há poucas décadas, registravam números de óbitos preocupantes. Mas, nos últimos anos, temos registrado o retorno de algumas doenças, como o Sarampo, que entre 2013 e 2014 alertou as autoridades de saúde em países das Américas, incluindo o Brasil e os EUA. Os movimentos anti-vacina são apresentados como um dos responsáveis, devido à autonomia adquirida pela prática não científica da medicina, baseada em fatos não comprovados, via redes sociais ou sites leigos. Exemplo são os pais ideologicamente contra a vacinação na Califórnia/EUA, que gerou número de pessoas desprotegidas contra o Sarampo, levando à epidemia.

O aumento no índice de Sarampo vale de alerta para as demais doenças. Para a Hepatite, por exemplo, é importante que a população mantenha sua atenção para a vacinação, para que a doença não ganhe maiores proporções. Para as hepatites A e B a vacinação é a principal estratégia de prevenção, uma vez que as vacinas são altamente eficazes. Por outro lado, ainda não há no mercado vacina para a Hepatite C, apesar de já haver estudos nessa direção.

A vacina de Hepatite A é indicada para crianças de 12 a 23 meses e estão disponíveis  dois tipos: proteção ao vírus A e outra, combinada, com proteção contra A e B. No primeiro caso, são indicadas 2 doses, com intervalo de 6 meses e com eficácia de 95-100%. A vacina combinada apresenta eficácia superior a 95%, sendo indicadas 3 doses, com intervalos de 0, 1 e 6 meses, para maiores de 15 anos. A vacina contra Hepatite B deve ser aplicada em todas as crianças, a partir do nascimento. Existem as vacinas combinadas e na forma isolada, cuja eficácia e de aproximadamente 95%. São 3 doses com intervalos de 0, 30 e 180 dias. Vale ressaltar ainda que, ao se vacinar contra a Hepatite B, protege-se contra a Hepatite D, uma vez que para se contraí-la, o paciente precisar ter a Hepatite B.

A vacinação continua sendo a forma mais segura de prevenção contra as doenças infectocontagiosas. Por isso fica o alerta: se informem antes de acreditar em boatos. As vacinas são seguras, desenvolvidas com base em estudos científicos. Atualizem o cartão de vacinas. Não coloquem a saúde em risco.

INFORMAÇÕE E DÚVIDAS | Entre em contato com o atendimento ao cliente Hermes Pardini: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Jornal Belvedere

Artigos assinados são de inteira responsabilidade do autor. Não expressando, portanto, a opinião da redação do Jornal Belvedere.

Folhear Última Edição

258

 

Anuncie Aqui2016 05