22 Oct, 2017 Última atualização em 6:38 PM, Oct 9, 2017

Como a falta de um ou mais dentes evolui para sério desequilíbrio orofacial

Publicado em Saúde & Bem-estar
Lido 335 vezes
Avalie este item
(0 votos)
Tagged sob

Por  Dr. Carlos Cordeiro

A perda de um dente, é mais séria do que se parece. Nossos dentes trabalham em perfeito equilíbrio entre eles e também com todo o sistema orofacial. Com a ausência de um dos dentes, esse equilíbrio é perdido, acarretando em problemas graves.


Os dentes são estruturas feitas para estar em contato entre si, seja pela oclusão ou lateralmente. Na tentativa de manter os contatos proximais, os dentes se inclinam em direção ao espaço do dente perdido tentando fechar o espaço. Isso gera uma reação em cadeia, já que os dentes não são feitos para suportar as forças da mastigação estando inclinados, comprometendo a dissipação das forças oclusais e a saúde dos dentes próximos.

O dente antagonista (dente que mordia diretamente com o dente perdido) também sofre alteração, já que não encontra durante a mordida o dente perdido. Isso faz com que esse dente sofra uma extrusão, levando essa instabilidade oclusal também para o arco oposto.

O estágio seguinte é a sobrecarga da articulação. A altura oclusal e a posição dos discos articulares são alterados, causando dores musculares, estalos ao abrir e fechar a boca e dores ao morder. A sensação de “perda da posição de mordida” também é sentida, levando a necessidade de uma reabilitação oclusal para restaurar o equilíbrio dental, articular e muscular.

Com a oclusão comprometida, os alimentos não são mais processados corretamente durante a mastigação. A ingestão constante de alimentos mal mastigados leva a problemas estomacais e nutricionais.

Quando a extração do dente é inevitável, o ideal é a reposição do dente o mais rápido possível com um implante dentário.

Jornal Belvedere

Artigos assinados são de inteira responsabilidade do autor. Não expressando, portanto, a opinião da redação do Jornal Belvedere.

Folhear Última Edição

269

 

Anuncie Aqui2016 05