21 Aug, 2017 Última atualização em 4:31 PM, Aug 11, 2017

Audi Q8: para encarar BMW e Mercedes

DESIGN  | A enorme grade frontal ganhou moldura redesenhada e barras cromadas verticais DESIGN | A enorme grade frontal ganhou moldura redesenhada e barras cromadas verticais
Publicado em Veículos
Lido 507 vezes
Avalie este item
(23 votos)
Tagged sob

Por Eduardo Aquino
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

De olho no polpudo mercado dos SUV’s de luxo, atualmente dominado pelos concorrentes BMW e Mercedes-Benz, a Audi aproveitou o Salão de Detroit, que terminou dia 22, para apresentar o conceito Q8, que entra em produção no fim deste ano, chegando à Europa e EUA no início de 2018. No Brasil, provavelmente no fim do ano que vem.

As linhas do Q8 são uma evolução da atual filosofia de design da Audi e misturam características de SUV e cupê. Na frente, destacam-se a enorme grade dianteira, com moldura redesenhada e acentuadas barras verticais; o capô do motor mais curvo e com vincos mais acentuados; e as tomadas de ar laterais. De perfil, chamam a atenção a ausência de maçanetas, a linha de cintura alta e com vincos acima dos para-lamas e o teto mais curvado, se aproximando da forma de cupê. Lanternas que cruzam toda a carroceria e o extrator de ar se destacam na traseira.

Por dentro, o Q8 apresenta um ambiente mais esportivo do que o Q7, mantendo a mesma elegância que um SUV desse porte exige. Chama a atenção o novo conceito de controles, que é baseado em amplas telas sensíveis ao toque, complementadas por um Audi virtual cockpit aprimorado e um head-up display que usa tecnologia inteligente de realidade aumentada para mesclar indicadores virtuais com o mundo real. Por exemplo, uma seta de navegação aparecerá na mesma posição que uma seta real na rua.

GASOLINA E ELETRICIDADE

Debaixo do capô, o novo Audi traz um conjunto híbrido, que une um V6 3.0 turbo a gasolina, com um motor elétrico integrado dentro da transmissão automática de oito velocidades, produzindo uma potência total de 443cv. Segundo a marca alemã, essa dupla faz o Q8 acelerar de 0 a 100km/h em apenas 5,4 segundos. Assim como outros alemães, a velocidade máxima é limitada eletronicamente em 250 km/h.

Uma bateria de íon de lítio montada na traseira possibilita uma autonomia de cerca de 60 quilômetros no modo apenas elétrico. O tempo de recarga é de aproximadamente duas horas e meia quando conectado a uma saída de 240-volts, 30-amp. A potência é entregue por meio do já consagrado sistema de tração integral permanente quattro. Suspensão a ar e freios a disco de cerâmica completam o pacote tecnológico.

Inexplicavelmente, a Audi não dotou o Q8 que está sendo exibido de nenhum sistema de condução autônoma, embora ressalte que o modelo de produção terá um sistema autônomo e que a extremidade frontal do modelo foi projetada para acomodar a tecnologia por trás de sua grade e para-choques. O conceito Q8 é a base para um modelo de produção que a Audi começa a produzir no fim deste ano e que lançará na Europa e nos EUA em 2018.

Última modificação em Quinta, 26 Janeiro 2017 11:08
Jornal Belvedere

Artigos assinados são de inteira responsabilidade do autor. Não expressando, portanto, a opinião da redação do Jornal Belvedere.

Folhear Última Edição

265

 

Anuncie Aqui2016 05