18 Aug, 2017 Última atualização em 4:31 PM, Aug 11, 2017

VW Cross Up! Pequeno aventureiro de cara nova

visual | Para-choque dianteiro tem apliques que a VW chama de “chrome effect” e moldura na cor preta brilhante visual | Para-choque dianteiro tem apliques que a VW chama de “chrome effect” e moldura na cor preta brilhante
Publicado em Veículos
Lido 176 vezes
Avalie este item
(5 votos)
Tagged sob

Por Eduardo Aquino
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Andamos no novo Volkswagen Cross Up!, que passou por uma reforma no visual, tanto externo como interno, e encorpou a lista de equipamentos de série. Como não houve mudanças na mecânica e nem na plataforma, os destaques positivos continuam os mesmos: segurança passiva, fôlego do motor turbo TSI 1.0, aproveitamento do espaço interno e estabilidade. Por outro lado, o novo desenho das lanternas traseiras gerou algumas críticas.

A versão aventureira do Up! passou por mudanças no visual. Por fora, destaque para os novos para-choques dianteiro e traseiro, com apliques que a VW chama de “chrome effect”e moldura na cor preta brilhante, as coberturas plásticas nas caixas de roda na cor preta, as novas rodas de liga, o rack de teto e a tampa traseira que continua na cor preta, mas ganhou um friso cromado. Já o novo visual das lanternas traseiras tem recebido muitas críticas. Os mais maldosos alegam que as divisões ficaram parecendo “fita isolante”.

Por dentro, as mudanças foram muito bem-vindas. O novo quadro agora apresenta instrumentos maiores e de melhor visualização. O volante, que também é novo (parece herdado do Golf), tem boa empunhadura e pega, e abriga vários comandos. A nova faixa central dá um toque de elegância, assim como os apliques de alumínio nas soleiras das portas e o revestimento das alavancas de câmbio e do freio de estacionamento. O revestimento dos bancos mistura tecido com vinil, tem toque agradável e é compatível com o nosso clima tropical.

Composition Phone

Mas o grande barato tecnológico do novo Cross Up! é o sistema “Composition Phone”, que aposenta aquela tela saliente no alto do painel e, por meio do aplicativo “maps + more” (disponível para os sistemas Android e IOS) instalado no smartphone, possibilita a conectividade entre rádio, carro e telefone celular. Ou seja, as informações do GPS, do veículo, computador de bordo, do sistema de som etc., são exibidas na tela do celular, que fica preso no suporte. O espaço no banco de trás acomoda dois adultos com certo conforto e o porta-malas tem capacidade compatível com a de um hatch compacto (285 litros).

Outro ponto positivo do Cross Up! é a ergonomia. A posição de dirigir é boa, com ampla visibilidade do trânsito à frente, e o acesso aos principais comandos é fácil. Além da estrutura reforçada, já comprovada pelos bons resultados em testes de colisão, o pacote de segurança contempla sistemas ISOFIX® e top-tether para fixação de cadeiras infantis, três apoios de cabeça no banco de trás, indicador de porta aberta e uso do cinto e sensor de estacionamento traseiro, mas deixa de fora cinto de três pontos no meio do banco traseiro e controle de estabilidade (ele tem apenas o de tração).

Como não houve mudanças na parte mecânica, continuam sendo pontos positivos a eficiência do motor 1.0 TSI de três cilindros, com turbo e injeção direta, que não apenas proporciona vigorosas acelerações e boas retomadas de velocidade (isso pode ser traduzido em ultrapassagens mais seguras), como é bastante econômico, tanto na estrada como na cidade, obtendo nota “A” no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do INMETRO. Com gasolina, ar desligado e apenas o motorista, o computador de bordo do Cross Up! registrou médias que ultrapassaram os 17kml na estrada e os 14km/l na cidade.

Também vale destacar a boa calibragem da direção, que amacia nas manobras e tem “peso” adequado em velocidades mais elevadas; o bom desempenho do câmbio, que apresenta engates precisos e relações de marcha bem escalonadas; e a suspensão, que garante boa estabilidade num carro que tem um desempenho quase esportivo, embora nem sempre filtre bem as irregularidades do piso.

Ficha Técnica

Motor • Dianteiro, três cilindros, 999cm³ de cilindrada, turbo, injeção direta, que gera potências de 101cv (gasolina) e 105cv (etanol) e torques de 16,6kgfm (gasolina) e 16,8kgfm (etanol)
Câmbio • Manual, de cinco marchas, tração dianteira
Suspensão • Tipo McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira
Freios • A disco ventilado na dianteira e tambor na traseira
Direção • Assistência elétrica
Dimensões • Comprimento, 3,68m; largura, 1,64m; altura 1,50m; e entre-eixos, 2,42m
Rodas • De liga de 15 polegadas, calçadas com pneus 185/60 R15
Peso • 922 quilos
Tanque • 50 litros
Porta-malas • 285 litros
Principais equipamentos de série • Iluminação ambiente, volante multifuncional, computador de bordo, sistema ISOFIX® / top tether, faróis de neblina, sensor de ré, retrovisor com rebatimento automático e rodas de liga de 15 polegadas
Preço • R$ 56.350. Com os opcionais (bancos em couro e sistema multimídia Composition Phone), sobe para R$ 59.991

Jornal Belvedere

Artigos assinados são de inteira responsabilidade do autor. Não expressando, portanto, a opinião da redação do Jornal Belvedere.

Folhear Última Edição

265

 

Anuncie Aqui2016 05