21 Oct, 2017 Última atualização em 6:38 PM, Oct 9, 2017

VW Gol Track • Na poeira com o aventureiro

Publicado em Veículos
Lido 300 vezes
Avalie este item
(11 votos)
Tagged sob

Por Eduardo Aquino
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Para saber como a versão aventureira do Gol, a Track, se comporta em estrada de terra, rodamos com o modelo por vários trechos com este tipo de piso pelo interior de Minas. O hatch tem motor 1.0 de três cilindros, que rende 82cv com etanol; e ar-condicionado e direção hidráulica de série. Saiba como o Gol Track se saiu em nossa avaliação.

Antes de sair para viajar com o Gol Track, bateu uma dúvida: Vamos encarar alguns trechos de estradas de terra ou não? A questão surgiu porque, embora tenha apelo aventureiro, a versão Track não conta nem com suspensão elevada e nem com pneus de uso misto. Mas resolvemos encarar a poeira – a viagem foi numa época de seca em que a as estradas de terra não tinham lama e nem terra batida –, já que quem compra um carro como este não vai pensar duas vezes em encarar este tipo de aventura sem radicalismos.

Logo no primeiro trecho de terra, percebemos que o Track exigia um certo cuidado ao transpor buracos, valetas e desníveis. Mas, mesmo sem suspensão elevada, o Track se saiu razoavelmente bem. Durante toda a viagem, os pneus de uso misto também não fizeram falta, já que os trechos mais difíceis não tinham lama e eram de muito cascalho ou abrigavam uma grossa camada de poeira, que deixou o Gol com a cor da carroceria ainda mais laranja. Nesses locais, pudemos constatar a boa vedação das portas e do sistema de ventilação, pois a poeira ficou do lado de fora.

  Quanto ao motor 1.0 de três cilindros, ele demonstrou ser bem eficiente no asfalto, principalmente em relação ao consumo. Na estrada, com gasolina no tanque, duas pessoas, ar desligado e mantendo um bom ritmo de viagem, o computador de bordo registrou médias que giraram em torno dos 14km/l. Mas, na terra, especialmente em algumas subidas, faltou um pouco de força em baixas rotações. O que tinha de ser corrigido constantemente no câmbio, que tem engates macios e precisos. A suspensão se saiu bem na poeira e no asfalto, conjugando bem conforto e estabilidade.

O espaço interno acomoda bem quatro adultos e uma criança. O banco traseiro tem três apoios de cabeça, mas não tem cinto de três pontos para quem senta no meio. O porta-malas tem capacidade compatível com a de um hatch médio (285 litros) e fica na média ao encarar os principais concorrentes. Foi mais do que suficiente para uma viagem curta. Mas as pontas que prendem a tampa do bagagito são um pouco frágeis e as duas já haviam quebrado, provocando barulho e exigindo paciência para encaixar a tampa. O acabamento interno é bom e deixa no ambiente uma boa impressão.

A lista de itens de série do Gol Track inclui ar-condicionado, direção hidráulica, vidros dianteiros elétricos, faróis de neblina, ajuste de altura do banco do motorista e sistema de som. Já o pacote de opcionais oferece equipamentos bem interessantes, como computador de bordo, alarme, sensor de estacionamento traseiro, rodas de liga de 15 polegadas, sistema infotainment “Discover Media” (touchscreen, Bluetooth, comando de voz, navegação e App-Connect); e volante multifuncional. Mas se somar todos, o preço fica bem salgado.

PREÇOS
O Gol Track parte de R$ 45.250,00. Com todos os opcionais e pintura metálica, sobe para R$ 51.649.

Ficha Técnica

Motor – Dianteiro, transversal, 1.0, 12V, três cilindros em linha, que rende potências de 75cv (gasolina) e 82cv (etanol) a 6.250rpm e torques de 9,7kgfm (gasolina) e 10,4kgfm (etanol) a 3.000rpm
Câmbio – Manual de cinco marchas, tração dianteira
Direção – Assistência hidráulica
Suspensão – Dianteira, independente, do tipo McPherson; e traseira, eixo de torção
Freios – Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira
Dimensões – Comprimento, 3,89m; largura, 1,89m; altura, 1,47m; e entre-eixos, 2,46m
Tanque – 55 litros
Porta-malas – 285 litros
Peso – 990 kg

Última modificação em Terça, 12 Setembro 2017 13:47
Jornal Belvedere

Artigos assinados são de inteira responsabilidade do autor. Não expressando, portanto, a opinião da redação do Jornal Belvedere.

Folhear Última Edição

269

 

Anuncie Aqui2016 05