23 Jul, 2017 Última atualização em 4:44 PM, Jul 12, 2017

Base Móvel da PM começa em agosto no Belvedere

ATENDIMENTO | A Base Móvel vem reforçar a segurança na região, baseada em princípios preventivos e com o objetivo de proporcionar segurança à comunidade ATENDIMENTO | A Base Móvel vem reforçar a segurança na região, baseada em princípios preventivos e com o objetivo de proporcionar segurança à comunidade
Publicado em Segurança
Lido 195 vezes
Avalie este item
(1 Voto)
Tagged sob

A Unidade da Polícia Militar de Minas vai se posicionar em 12 pontos estratégicos do bairro, transmitindo segurança e atuando em casos específicos de demandas cotidianas. Militares vão ocupar pontos do bairro no período das 6 horas da manhã até às 2 da madrugada para patrulhamento e atendimento à comunidade.

A partir do mês de agosto, a Polícia Militar irá disponibilizar uma Base Móvel para o Belvedere, que deverá se posicionar em 12 pontos diferentes. A base ficará em locais de fácil acesso e que oferecem condições para funcionamento de sua estrutura interna de trabalho como acesso à energia elétrica, internet e outros. A informação é do Cel. Webster Wadim, Comandante do 22º Batalhão da PMMG. O objetivo, segundo informou, é trazer a Polícia Militar para mais perto do morador, transmitindo segurança e atuando em casos específicos de demandas cotidianas.

A Base Móvel da PM conta com um veículo furgão totalmente equipado com tecnologia necessária para procedimentos como Boletim de Ocorrência e outros atendimentos. A Base Móvel deverá ocupar os pontos do bairro das 6 horas da manhã até às 2 da madrugada e contará também com duas motocicletas para patrulhamento e atendimento à comunidade.

Também no último dia 7, a Polícia Militar direcionou uma Base Móvel para a Praça Marcelo Góes Menicucci, com o objetivo de mostrar que a PM já se encontra mais perto da população e mais atenta para as necessidades de cada cidadão.

A Base Móvel, conforme noticiado na última edição do JORNAL BELVEDERE, vem reforçar a segurança na região. Ela trabalha baseada em princípios preventivos e com o objetivo de proporcionar segurança à comunidade belo-horizontina, como também está sendo implantada em várias cidades do Estado. Segundo a Polícia Militar, com as Bases Comunitárias Móveis é possível ampliar a visibilidade do policiamento ostensivo, das ações preventivas e repressivas e aumentar a capacidade de atendimento a população. O policiamento é feito através de ações rápidas e efetivas, com radiopatrulhamento a pé, com bicicletas, motocicletas, viaturas e conta ainda com uma estrutura de registro eletrônico de ocorrências.

As ciclopatrulhas, motocicletas e viaturas percorrem ruas, com os militares fazendo orientações, como também fazem abordagens e visitam estabelecimentos comerciais e residências. Com isso, a ação policial é potencializada e a sensação de segurança aumenta.

Estrutura

Cada base é composta de uma van, três motos capacetes, duas bikes, sete coletes à prova de balas e sete pistolas calibre 40. O veículo da BCM é equipado com giroflex, rádio de comunicação operacional, rádio de comunicação integrante da rede de vigilância comunitária, que pode ser usada por seguranças de estabelecimentos comerciais dos bairros.

A base contém ainda computador com banda larga, para lançamentos de registros, operações comunitárias e consultas. Fazem parte da BCM, um motorista da categoria D, dois militares para o Posto Ostensivo Geral - POG, um motociclista, um comandante da base e dois militares para ciclo patrulha.

A PMMG, por sua vez, com a implantação das Bases Comunitárias, cria e mantêm um clima de segurança na comunidade, já que atua na prevenção ao crime, através da antecipação, visibilidade e ostensividade. O contato estrito com a população estabelece um vínculo de confiança.

Incidência de assaltos

A incidência de assaltos no Belvedere nos últimos dias tem alarmado os moradores. Há relatos de assaltos e roubos a veículos, até mesmo de uma senhora que chegou a jogar a bolsa sobre o muro de vidro de um edifício na Rua Jorge Fontana para não ser furtada de seus pertences. Diante dessa insegurança, no próximo dia 18, os moradores das ruas Rodrigo Otávio Coutinho, Sebastião Fabiano Dias e Jorge Fontana irão se reunir com o Major Cláudio, responsável pelo policiamento da Capital. A informação é do presidente da AABB, Ubirajara Pires Glória, que afirmou que os moradores vão apresentar à PM algumas demandas da região, identificando alguns pontos de vulnerabilidade e outras observações feitas para aumentar a segurança nessas ruas do bairro.

Jornal Belvedere

Artigos assinados são de inteira responsabilidade do autor. Não expressando, portanto, a opinião da redação do Jornal Belvedere.

Folhear Última Edição

263

 

Anuncie Aqui2016 05