23 Nov, 2017 Última atualização em 1:26 PM, Nov 13, 2017

Entidades representativas dos moradores e autoridades debatem o Plano de Mobilidade Urbana (PlanMob) e apontam ações para elaboração de uma agenda positiva de discussões sobre o tema.

O deputado estadual Fred Costa (PEN) realizará uma Audiência Pública no próximo dia 23 de novembro, às 10h, no auditório da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, com o intuito de discutir sobre as medidas compensatórias da Coca-Cola, referentes à nova fábrica instalada em Itabirito, em junho do ano passado. A nova unidade, que teve investimentos da ordem de 258 milhões de dólares, é a maior unidade operacional da Coca-Cola no mundo.

Quem precisa transpor de um lado ao outro da Avenida Luiz Paulo Franco, no Belvedere, precisa contar com a sorte: moradores reclamam da alta velocidade dos veículos e da falta de sinalização para pedestre na via.

Estudantes da Unidade de Nova Lima realizam abaixo assinado solicitando a proibição do tráfego de caminhões de minério na rodovia. Também colocaram uma faixa com os dizeres “Não queremos carretas na MG-030. Queremos preservar nossas vidas!”, que foi erguida na passarela sobre a via em frente ao colégio.

Na Semana do Trânsito, representantes da União de Moradores do Belvedere, Vila da Serra, MG-030 e Região (UNIVIVA) realizaram manifestação para, mais uma vez, alertar sobre o perigo do tráfego de centenas de carretas de minério na MG-030.

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), ajuizou Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) contra uma lei de  Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, que regulamentou o serviço de transporte coletivo escolar particular no município.

Juiz da 1ª Vara Cívil da Comarca de Nova Lima, Kleber Alves de Oliveira, condenou a Phoenix Mineração e Comércio Ltda e à Empresa de Mineração Pau Branco S/A (Empabra) ao pagamento equivalente a R$ 2,760 milhões e a R$ 1,900 milhão, respectivamente, pelo descumprimento de decisão judicial que proíbe o tráfego de carretas de minério na MG-030.

Durante reunião com representantes da Univiva e o deputado Fred Costa, diretor-geral do Departamento de Estradas e Edificações de Minas Gerais (DEER-MG), Djaniro da Silva declarou que não fora oficiado legalmente pelo Ministério Público de Minas para impedimento dos caminhões de minério, e que o órgão estadual de estradas não tem o poder de impedir, seletivamente, o tráfego desta ou daquela carreta.

Segundo relato, desde que fora implantado o sistema de rotativo, as vias do entorno da Lagoa Seca, como a Rua Professor Raimundo Cândido, estão recebendo todo o contingente de veículos de quem vem para o bairro, mas não quer pagar pelo estacionamento.

Temerosos de novos acidentes graves envolvendo a população local, representantes da Univiva e o deputado Fred Costa procuram autoridades para fazer cumprir a decisão judicial que proibiu a utilização do percurso para o transporte de produtos da Mina Corumi pela Mineração Fênix, e também por algumas melhorias na rodovia.

Folhear Última Edição

271

 

Anuncie Aqui2016 05