Cerveja artesanal, uma deliciosa tradição de Nova Lima

Publicado Quarta, 28 Novembro 2018 10:56

Polo Cervejeiro do município conta com 17 produtores e 25 mestres que vêm impulsionando os setores de turismo e gastronômico, além de tornar a cidade uma referência na fabricação da bebida. 

Conhecida tradicionalmente por ser a terra do ouro e do minério de ferro, a cidade de Nova Lima vem se transformando em um grande polo cervejeiro de fabricação artesanal. Atualmente, são 17 produtores e 25 mestres cervejeiros que estão engajados em promover uma antiga tradição da cidade, datada do século XIX, iniciada pelo italiano Fioravante Armani, que produziu a primeira cerveja artesanal para satisfazer e atender os gosto dos ingleses que vieram para cidade trabalhar na exploração do ouro.

A nova vocação do município pretende impulsionar ainda mais esse segmento no Estado e criar todo um apelo turístico e gastronômico para o município. Dentro desse objetivo, a Prefeitura de Nova Lima criou há dois anos o Projeto Polo Cervejeiro. O Polo já ganhou até um Circuito Cervejeiro, uma espécie de mapa de visitação às microcervejarias instaladas na cidade. E a consolidação tem ganhado algumas ações e incentivos. O produto, genuinamente nova-limense, agora ganhou um selo de qualidade.

A gestora de Turismo da Prefeitura de Nova Lima, Fabiana Giorgini, disse que atualmente “trabalha em Nova Lima com a gastronomia incluindo o Polo Cervejeiro e a culinária típica (Queca e Lamparina), destacando a influência inglesa no município e a imigração por meio da mineração”. Ela ressalta que, durante a atual gestão, a secretaria municipal de Turismo implantou programas para o desenvolvimento do Ecoturismo, da Gastronomia e Patrimônio Histórico Cultural.

Circuitos turísticos

Após um minucioso trabalho de campo e planejamento estratégico, feito com base no que o município tem de melhor na gastronomia, patrimônio cultural e arquitetônico, meio ambiente e história do município, Fabiana disse que a secretaria municipal de Turismo criou, além do Corredor Cultural (na Avenida Rio Branco) e do Circuito Religioso (pelas igrejas históricas), o Corredor Inglês, com itens do legado inglês no município; e o Circuito cervejeiro, que inclui as cervejarias artesanais do município.

Além do Circuito, outro grande incentivo para o Polo Cervejeiro foi o 1º Festival do Polo Cervejeiro de Nova Lima, realizado no dia 15 de setembro deste ano pelos próprios produtores locais com o apoio da Prefeitura. “Foram 12h de festa com boa música, cervejas premiadas nacionalmente e a melhor gastronomia da região. Nossa ideia é fomentar o turismo gastronômico e valorizar o que de melhor a cidade tem para oferecer neste segmento”, ressalta a gestora de Turismo de Nova Lima.

Fabiana Giorgini disse que a Prefeitura realizou uma pesquisa durante o Festival que revelou que 20% do público eram visitantes, sendo que 9% se hospedaram na cidade e que a maioria fez uma avaliação positiva do evento, ressaltado o ambiente familiar. Para o empresário Bruno Parreiras, da Cervejaria Kud, o Polo Cervejeiro está se consolidando de maneira bem natural e tornando a cidade de Nova Lima conhecida em todo o Brasil. “Acredito que esse crescimento está ligado à maior procura dos consumidores por produtos diferenciados e mais elaborados”.

Daniel Cordeiro, coordenador de marketing da Cerveja Vinil, acredita que a união entre os fabricantes é muito importante para todos ganharem força e projeção nacional. “A Primeira Festa do Polo foi um exemplo da união, pois foi feita pelas próprias cervejarias e não por terceiros”. O coordenador de marketing também destaca o local do evento. “Fizemos na sede, no Centro de Nova Lima, aproximando ainda mais a população das cervejarias”.

Cerveja e gastronomia

Criar cardápios especiais para harmonizar o melhor da bebida e da gastronomia nova-limenses. Com esse objetivo, a Prefeitura criou em 2017 o Festival Harmoniza Nova Lima, evento que reúne cervejarias, bares e restaurantes do município. A segunda edição foi realizada de 2 de agosto a 2 de setembro deste ano e reuniu 25 estabelecimentos, entre bares, restaurantes e cervejarias de todas as regiões da cidade.

Os locais oferecerem cardápios exclusivos, harmonizando pratos e petiscos com os diversos rótulos de cervejas artesanais produzidas no município. A gestora de Turismo de Nova Lima, Fabiana Giorgini, disse que o objetivo do Festival é reafirmar a cidade como polo cervejeiro, além de potencializar o turismo gastronômico na região. “Nosso objetivo é aumentar a circulação nos bares e restaurantes e atrair o fluxo de turistas de outras regiões para conhecer nossa gastronomia”, afirma.

A gestora de Turismo disse que os resultados de uma pesquisa realizada durante o evento comprovam os efeitos positivos do Harmoniza: 70% avaliaram as harmonizações como excelente, 20% eram turistas ou visitantes oriundos de BH, Rio de Janeiro, Vitória (ES), Betim, Divinópolis e Contagem; e 91% dos participantes afirmaram que voltariam aos estabelecimentos.

Selo Cervejeiro

Até o final do ano, a Prefeitura autoriza a aplicação do selo do Polo Cervejeiro nas garrafas da cerveja produzidas em Nova Lima. O selo, escolhido por concurso, leva o tema da cerveja artesanal e a história do munícipio, onde no centro da tampa tem um leão, símbolo da Inglaterra e do time da cidade, o Villa Nova. Para receber o selo, a cervejaria tem que apresentar o relatório emitido por empresas credenciadas de análise microbiológica e outra com análise sensorial das cervejas, para garantir a qualidade da cerveja e que ateste sua procedência.

Um jornal moderno, com a credibilidade e a leveza no jeito diferente de informar. Notícias, cultura, gastronomia, negócios, eventos e muito mais sobre um dos bairros mais charmosos de BH.

31 3264.0211 | 3286.1181

Edição Digital

Inscreva-se e receba o Jornal Belvedere em formato PDF.

Não mandaremos Spam!