Vila da Serra, o marco do desenvolvimento da região do Vetor Sul

Publicado Terça, 27 Novembro 2018 11:37

A beleza natural, localização privilegiada – na extensão do Belvedere, vetor de crescimento da Região Centro-Sul - infraestrutura de serviços e conforto são os incentivos  que atraíram pessoas para morar no bairro.

“Desenvolvimento e crescimento estão muito próximos e, se bem pensados, são responsáveis pela melhoria da condição social, estrutural ou econômica da população. O sucesso do Vila da Serra marcou o desenvolvimento do restante da região. É fato a expansão do vetor imobiliário do centro-sul de Belo Horizonte, para além de suas fronteiras, a partir do Vila da Serra. A referência ficou marcada, prédios modernos de alto padrão, boa infraestrutura urbana. Este movimento é irreversível, as pessoas veem na região o seu sonho de moradia, pois é um local único de bem-estar, seja para os que moram nas casas dentro de condomínios fechados ou em condomínios resort com infraestrutura interna de apoio. Somam-se ainda o clima privilegiado, as matas, a vista das montanhas”.

A afirmação é do engenheiro e empresário Luiz Hélio Lodi que, juntamente com sua família, idealizou e planejou a criação e todo o desenvolvimento do Vila da Serra. Segundo ele, o objetivo principal, no início do bairro, era criar uma região onde os espaços os diferenciavam entre si, de acordo com a atividade que cada um desenvolvia no local: de um lado escolas, do outro a área da saúde, das residências e do comércio e serviços. “Pensamos em um projeto coletivo e para isso tivemos que planejar um modelo que orientasse o crescimento da cidade de Nova Lima. Porém, primeiro, era necessário expressar as expectativas da comunidade, as motivações de cada futuro morador. Tínhamos a beleza natural, localização privilegiada – na extensão do Belvedere, vetor de crescimento da região centro-sul - e precisávamos trazer infraestrutura de serviços e conforto para atrair pessoas”, explicou o empresário.

Planejamento detalhado

Para Luiz Hélio, o fator preponderante para o Vila da Serra ter se tornado o que é hoje se refere ao fato de a Vila da Serra Empreendimentos, empresa de sua família, ter buscado empresas de renome no mercado e convidado as mesmas para virem para o bairro. “Nós elegemos construtoras, com um excelente portfólio de produtos no mercado, que primavam pela qualidade e alto padrão dos projetos arquitetônicos construídos. Queríamos atrair a atenção de um público exigente, que iria encontrar na região tudo que ele buscava.”

Por esses motivos nobres, a família Lodi esperou alguns anos para começar a traçar a região, de forma a atrair um nicho de mercado de alto padrão. Desse posicionamento surgiu a construção de resorts, até então inexistentes em Belo Horizonte, resultado dessa seletividade. Ainda segundo Lodi, com as construções em grandes terrenos, para abrigar os inúmeros espaços de lazer, convivência e entretenimento dentro dos condomínios, surgiu também a preocupação de erguer edifícios observando o limite de espaçamento entre eles, de forma que permitissem a vista, a ventilação e a insolação. “O resultado dessa consolidação do Vila da Serra é fruto desse cuidado que tivemos, do planejamento detalhado que orientou todo o projeto de implantação do bairro, desde a concepção à comercialização dos terrenos”, informou Lodi.

Infraestrutura formidável

Hoje, o Vila da Serra e Vale do Sereno possuem uma infraestrutura formidável. Supermercados e um variadíssimo comércio, bancos, serviços e comércio diversificado se instalaram para atender às necessidades essenciais do morador, que não precisa mais sair do próprio bairro para satisfazer seus desejos materiais. A região, que foi identificada como polo de inovação, possui hospitais de referência na área da saúde, faculdades, hotéis, escritórios, consultórios, empresas de TI e de inovação, a sede da Fiat do Brasil, a torre AltaVila e um variadíssimo comércio. 

A Alameda Oscar Niemeyer, citada por muitos como Oscar Freire, é o grande exemplo dessa organização e desse arranjo produtivo com inúmeras lojas de marca, um universo de escritórios e consultórios, malls, padarias, papelaria, arte e design de flores, lanchonetes, sorveteria e alguns dos melhores bares e restaurantes da cidade.

“Notadamente, o Vila da Serra é um bairro completo elegante e charmoso. Ele está consolidado e é um local muito atrativo para empresas em busca de um público diferenciado. É uma região em movimento que produz uma energia cinética, contagiante. Um traçado urbano que valoriza e movimenta a cidade. Pessoas passeiam pela orla da Alameda, sem pressa, observando vitrines, conhecendo novos produtos, indo em direção aos consultórios, em busca de um espaço para um lanche ou uma refeição em um lugar tranquilo e aconchegante”, definiu.

O empresário vem trabalhando na defesa de projetos para a melhoria do bairro, para garantir, acima de tudo, a qualidade de vida das pessoas que residem na região. Entre esses projetos estão a revitalização da Alameda Oscar Niemeyer, a melhoria aos acessos do bairro e à mobilidade como um todo, a instalação de um parque na Rua da Fonte e um projeto paisagístico.

Sobre o futuro, ele diz que “tem muito a ver com a autoridade pública. Bons projetos de mobilidade já estão aprovados e em andamento, a preocupação com a preservação ambiental, os investimentos na estrutura de apoio e de serviços, tudo isto está acontecendo. Nova Lima é uma cidade pequena, daí que a Vila da Serra representa um polo importante para ela, seja em geração de emprego, renda e receita de impostos. Não é à toa que ela tem o maior IDH do Estado. Já há alguns anos Nova Lima se tornou uma ilha de desenvolvimento rodeada por um país em crise. O que esperamos para o futuro – que já está perto: uma cidade totalmente autônoma e independente onde se acha tudo sem precisar se deslocar em grandes distâncias e enfrentar congestionamentos e, é claro, preservando este presente de Deus que é o meio ambiente”, definiu.

Um jornal moderno, com a credibilidade e a leveza no jeito diferente de informar. Notícias, cultura, gastronomia, negócios, eventos e muito mais sobre um dos bairros mais charmosos de BH.

31 3264.0211 | 3286.1181

Edição Digital

Inscreva-se e receba o Jornal Belvedere em formato PDF.

Não mandaremos Spam!