Saint George’s Day, o Dia dos Imigrantes, em Nova Lima

Publicado Quarta, 11 Abril 2018 13:22

Para resgatar as tradições, descobrir novos sabores da culinária nova-limense e fomentar o potencial turístico da cidade, programação vai contar com cultura, city tour histórico, gastronomia e música. Evento acontece nos dias 21 e 22 de abril.

Para reconhecer e valorizar o legado deixado pelos imigrantes ingleses, italianos, espanhóis, sírio-libaneses, africanos e portugueses que passaram por Nova Lima, a Prefeitura realiza dois eventos especiais, repletos das culturas herdadas pela cidade, neste mês de abril. O primeiro o “Corredor Inglês”, um city tour pelas rotas da cultura inglesa na cidade e o outro a “Feira Gastronômica do Imigrante”, uma oportunidade para conhecer os deliciosos pratos tradicionais que os imigrantes trouxeram para Nova Lima.

História

Na segunda metade do século XIX, Nova Lima recebeu um contingente razoável de trabalhadores estrangeiros, já que o governo estimulava a imigração para substituir o trabalho escravo pelo trabalho assalariado, desde a suspensão do tráfico negreiro em 1850. Além dos ingleses trazidos pela companhia, chegaram à cidade imigrantes espanhóis, italianos e chineses.

O povoado que deu origem a Nova Lima foi fundado em 1701 e, por volta de 1725, a exploração de ouro começou a ser feita na Mina de Morro Velho. Em 1834, essa mina foi vendida à empresa inglesa Saint Jonh Del Rey Mining Company e muitos ingleses vieram trabalhar na cidade. A mão de obra utilizada era de escravos e trabalhadores livres brasileiros, além dos ingleses. Outros estrangeiros, de várias nacionalidades, vieram trabalhar em Nova Lima, acompanhando a onda de imigração por causa da extração mineral.

A então freguesia foi elevada a Vila, em fevereiro de 1891, pelo decreto estadual nº 361, recebendo o nome de Vila Nova de Vila. Mais tarde em 1913, uma lei estadual simplificou o nome para Nova Lima.

A Saint John D’el Rey, dirigida por ingleses de 1834 a 1958, atuou junto à comunidade na organização de vários setores de infraestrutura urbana, principalmente a partir do século XX: o fornecimento de energia elétrica foi garantido pela Companhia tão logo suas usinas entraram em operação; a utilização do trem elétrico foi estendida à população de Nova Lima e Raposos; e o serviço de abastecimento de água. A Saint John D’el Rey investiu também no bairro do Retiro, construindo casas destinadas a seus empregados, desde o trabalhador braçal até os chefes da administração.

Justamente, para resgatar as tradições, descobrir novos sabores da culinária nova-limense e fomentar o potencial turístico da cidade, a Prefeitura de Nova Lima lançou recentemente, o Projeto Gastronomia da Imigração, para dar visibilidade a receitas e pratos típicos das famílias nova-limenses descendentes dos imigrantes que construíram a identidade da cidade. A iniciativa também tem por objetivo colocar em pauta a história da colonização, ainda pouco conhecida. Podem participar do Gastronomia da Imigração descendentes de imigrantes, com comprovação documental, que gostem de cozinhar pratos do país de origem de suas famílias.

Agora, a administração municipal está criando o “Saint George’s Day, o Dia dos Imigrantas”. A ideia é que através a Gastronomia da Imigração seja um espaço de compartilhamento de conhecimentos e as receitas apresentadas pelos descendentes.

Programação

• DIA 21 DE ABRIL (Sábado): CORREDOR INGLÊS
Conheça as rotas da cultura inglesa em Nova Lima. Ponto de partida e chegada das rotas: Praça do Mineiro.
Rota 1: Centro de Memória Morro Velho, CEA - Máquina dos Cristais, Alphaville e Igreja de São Sebastião das Águas Claras - Macacos (trajeto percorrido de van). Horário: das 8h às 12h.
Rota 2: Centro de Memória Morro Velho, Igreja Anglicana/ Bicame, Casas Inglesas, Clube das Quintas, Zigue-Zague Grande, Igreja do Pilar (Altar de Aleijadinho) e Campo do Vila Nova (trajeto percorrido de van). Horário: das 9h15 às 12h15
Rota 3: Centro de Memória Morro Velho, Igreja Anglicana, Passadiço e Rego dos Amores, Bonserá do Boa Vista, Cemitério dos Ingleses, Cruzeiro do Boa Vista, Bicame, Pensão Retiro, Casas Inglesas e Clube das Quintas (trajeto percorrido de van). Horário: das 10h30 às 13h30
Rota 4: CEA - Máquina - Rego Grande até a Peneira, Bicame, Pensão Retiro, Casas Inglesas, Igreja Anglicana, Rego dos Amores, Passadiço e Centro de Memória Morro Velho (caminhada pelo trajeto). Horário: das 8h ás 12h
Rota 5: Passeio de jipe até hidrelétrica de Rio de Peixe. Horário: das 8h às 10h
Os organizadores dos city tour histórico chamam atenção para o fato das rotas terem uma duração de cerca de 3 horas e recomendam levar lanches leves para o passeio. As Inscrições para o city tour podem ser realizadas até 19 de abril, no Departamento de Turismo (Praça Dr. Antonino Fonseca Junior, 08 – Centro) ou pelo telefone: (31) 3581-8423.

• DIA 22 DE ABRIL (Domingo): FEIRA GASTRONÔMICA DO IMIGRANTE
Na feira os convidados podem conhecer os deliciosos pratos tradicionais que os imigrantes trouxeram para Nova Lima. O evento será realizado das 11h às 19h, no Espaço de Caminhada (Rua Amélia de Magalhães Pessoa, s/nº - próximo à Praça da Bíblia) e contará com comidas tradicionais, cervejarias artesanais, espaço kids, atividades culturais e infantis, além de apresentação das bandas: Nando Acústico, Odete Roitman e U2 Cover – Brasil.

Cavalhada São Jorge será no dia 22 de abril

A tradicional Cavalhada de São Jorge de Nova Lima será realizada no dia 22 de abril. A festa vai acontecer no Espaço Cultural da Avenida José Bernardo de Barros. A programação começa, às 14 horas, com a Procissão da Cavalhada de São Jorge, com saída do Bairro Matadouro, próximo à quadra, seguindo até o Espaço Cultural, pela Avenida José Bernardo de Barros, onde será erguido o primeiro mastro.

A procissão contará com a participação das guardas de congado de Nossa Senhora do Rosário e de Nossa Senhora Aparecida, Grupo Raízes, carro de boi com a imagem de São Jorge, carroças e cavaleiros devotos de São Jorge.

Às 17 horas será celebrada a Missa Campal Sertaneja com a participação do Coral Arca da Aliança. Às 19 horas acontece o Auto da Cavalhada de São Jorge, com a participação da Corporação Musical União Operária.

E às 21 horas será a vez do show com Lúcio Lopes e Banda. Toda a festa contará com barraquinhas de alimentação e bebidas.

Um jornal moderno, com a credibilidade e a leveza no jeito diferente de informar. Notícias, cultura, gastronomia, negócios, eventos e muito mais sobre um dos bairros mais charmosos de BH.

31 3264.0211 | 3286.1181

Edição Digital

Inscreva-se e receba o Jornal Belvedere em formato PDF.

Não mandaremos Spam!