Um grito de alerta!

Publicado Sexta, 10 Agosto 2018 14:33

Regina Faria / Diretora de Meio Ambiente da Promutuca / www.promutuca.com.br • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

O que pensar sobre o crescimento de nossas cidades?

Elas ainda não sabem como reagir à perspectiva de se tornarem grandes canteiros de obras.

As serras sendo consumidas. Os rios caudalosos secando e sendo canalizados para darem lugar às avenidas.  Matas sendo destruídas, não mais cumprem o importante papel de manutenção das nascentes e estabilidade dos solos. Pior que isso, concomitante, um transito cada vez mais caótico.

O que deve ser uma cidade? Esse caos? Claro que não. Hoje ainda temos oportunidade de dar um salto qualitativo para desenhar um crescimento urbano propício à vida saudável.

Ganhamos prédios, condomínios gigantescos, avenidas largas, altos viadutos, tudo implantado e construído com vistas a atender pura e simplesmente o desejo econômico.  Como conter tudo isso? Que critério devemos estabelecer para definir uma boa urbanização?

Talvez nos ajude o Manifesto dos Arquitetos e Urbanistas do Brasil em defesa do Planejamento Urbano Solidário e Inclusivo. Considero que as orientações ali sugeridas representem um bom caminho para repensarmos o conceito sobre cidade,  progresso e espaço urbano.

Você pode acessar no site http://www.caubr.gov.br/wp-content/uploads/2018/07/CAU_BR_Carta-aos-Candidatos-2018_julho.pdf.

Claro que a expansão urbana deve ocorrer, embora possam provocar reflexos nas relações: econômica, social, espacial e cultural. Com consequências muitas vezes incontroláveis, se não for analisada com o devido cuidado, garantindo, ainda,  envolvimento participativo da sociedade e gestores públicos, inclusive com ações sustentáveis.
É preciso agir com urgência.

Um jornal moderno, com a credibilidade e a leveza no jeito diferente de informar. Notícias, cultura, gastronomia, negócios, eventos e muito mais sobre um dos bairros mais charmosos de BH.

31 3264.0211 | 3286.1181

Edição Digital

Inscreva-se e receba o Jornal Belvedere em formato PDF.

Não mandaremos Spam!