Integrando as nossas unidades de conservação

Publicado Terça, 26 Fevereiro 2019 11:18

Paulo André Mendes / Geógrafo e jornalista, colaborador da ArcaAmaserra / www.amaserra.org

Olá, leitor!
O leitor já ouviu falar de uma figura chamada “mosaico de Unidades de Conservação”?
O mosaico é uma espécie de mecanismo de gestão, tendo como objetivo primordial compatibilizar, integrar e otimizar as atividades desenvolvidas nas unidades de conservação a ele ligadas.
A criação de um mosaico depende da existência, em uma região, de um conjunto de unidades de conservação vizinhas. Essas unidades podem pertencer a qualquer esfera de governo – também participam as reservas particulares do patrimônio natural (RPPN’s).
O estabelecimento de um mosaico também visa ampliar a interação entre a população local, os governos e os gestores das unidades participantes. Assim sendo, a gestão de um mosaico é acompanhada por um conselho consultivo, sendo fundamental a participação da comunidade nessa instância.
Os mosaicos são criados pelo Ministério do Meio Ambiente, a pedido dos órgãos gestores das unidades de conservação.
Já existem no país vários mosaicos – alguns deles estão em Minas Gerais. São eles: o Mosaico Mantiqueira, o Mosaico Sertão Veredas - Peruaçu, o Mosaico do Espinhaço Alto Jequitinhonha - Serra do Cabral e o Mosaico da Serra do Cipó.

O Mosaico Serra do Espinhaço -
Quadrilátero Ferrífero
No final de 2018 foi estabelecido em nossa região o Mosaico Serra do Espinhaço - Quadrilátero Ferrífero. O mosaico reúne 26 unidades de conservação, entre elas o Parque Nacional da Serra do Gandarela, os parques estaduais da Serra do Rola-Moça e do Itacolomi, a Área de Proteção Ambiental Sul de Belo Horizonte, a Estação Ecológica de Fechos e o Monumento Natural Estadual da Serra da Moeda.
Também integram o conjunto várias RPPN’s criadas na região, como a RPPN do Santuário do Caraça, além dos parques municipais da Serra do Curral e Mangabeiras, em Belo Horizonte.
O Mosaico Serra do Espinhaço - Quadrilátero Ferrífero vem se somar aos outros dois mosaicos já estabelecidos na região da Serra do Espinhaço: o Mosaico do Espinhaço Alto Jequitinhonha - Serra do Cabral e o Mosaico da Serra do Cipó.
A ARCA trabalhará pela justa inclusão da Serra da Calçada no Mosaico Serra do Espinhaço - Quadrilátero Ferrífero.

Envie a sua mensagem: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..
Visite a ARCA-AMASERRA: www.amaserra.org.

Um jornal moderno, com a credibilidade e a leveza no jeito diferente de informar. Notícias, cultura, gastronomia, negócios, eventos e muito mais sobre um dos bairros mais charmosos de BH.

31 3264.0211 | 3286.1181

Edição Digital

Inscreva-se e receba o Jornal Belvedere em formato PDF.

Não mandaremos Spam!