Vale do Sereno tem criança com suspeita de Febre Amarela

Publicado Sexta, 26 Janeiro 2018 11:01
Alphaville: A Base Operacional de Segurança recebeu um bom número de moradores para a vacinação contra a Febre Amarela Alphaville: A Base Operacional de Segurança recebeu um bom número de moradores para a vacinação contra a Febre Amarela

Com a morte de seis pessoas e, ainda, o primeiro caso infantil com suspeita da doença, as autoridades municipais intensificaram as ações para conter o surto infeccioso. Entre as medidas tomadas estão a extensão do horário de vacinação nas Unidades de Saúde, o fechamento dos parques e equipes realizando mutirões de bota-fora.

Até o fechamento desta edição (no dia 24/01/2018) a Prefeitura de Nova Lima, tinha confirmado 6 (seis) óbitos por Febre Amarela e dois casos confirmados e oito ainda sob suspeita da doença. Entre os casos suspeitos, no dia 23, foi registrado, o primeiro caso infantil. A criança tem 3 anos, do bairro Vale do Sereno, e não era vacinada. A Secretaria de Saúde também não informou se a criança é moradora de Nova Lima ou de outra cidade.

Diante deste quadro a Prefeitura de Nova Lima, que já havia decretado situação de emergência em saúde pública por surto de Febre Amarela, está intensificando as ações para combater a doença e conscientizar os moradores sobre a importância da vacinação. As ações incluem, ainda, visitas domiciliares dos agentes de saúde às áreas de risco para verificar o cartão de vacina dos moradores, eliminação de possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti e monitoramento dos casos suspeitos e já confirmados.

Somente no último dia 13 de janeiro, foram imunizadas mais de 1.200 pessoas em seis Unidades de Saúde que ficaram abertas para atender os moradores. No fim de semana seguinte, no último dia 20 de janeiro, a vacinação foi realizada nas Unidades Básicas de Saúde dos bairros Bela Fama, Cruzeiro, Cristais, José de Almeida e Jardim Canadá, além de ofertar a dose na Policlínica Municipal e de criar um ponto de vacinação no Bairro Vila da Serra (ao lado do Conexão Aeroporto) e na Associação do bairro Vale do Sol.

Além disso, foram realizadas blitzs educativas, nos bairros com o objetivo de conscientizar a população a se vacinar e evitar áreas de risco. Para mobilizar a população, foi feito ainda bota-fora, nos bairros Santa Rita, Honório Bicalho, Galo, Cascalho, Alto do Gaia e São Sebastião das Águas Claras.

Orientações e vacina

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, uma única dose da vacina é suficiente para proteção por toda a vida contra a febre amarela. Devem se vacinar pessoas na faixa etária de 9 meses a 59 anos, 11 meses e 29 dias; acima de 60 anos, só com recomendação de um médico.
As unidades de saúde de Nova Lima estão abertas, para orientar os moradores e oferecer a dose gratuita da vacina. A vacina demora 10 dias para fazer efeito, portanto, é importante se imunizar antes de ir para áreas de risco.

Dentre os sintomas mais comuns da febre amarela estão febre; dores musculares em todo o corpo; principalmente nas costas; dor de cabeça; perda de apetite; náuseas e vômito; olhos, face ou língua avermelhados; sensibilidade à luz pela dor que ela provoca; fadiga e fraqueza.

Parques da região estão fechados

Como medida de segurança, foi fechado o Parque Natural Municipal Rego dos Carrapatos desde o último 16 de janeiro, por tempo indeterminado. Outros parques e unidades de conservação de Nova Lima, como a Serra da Calçada; Morro do Elefante; Serra do Souza, Morro do Pires; Estação Ecológica Fechos serão sinalizados para que não sejam visitados.

A Prefeitura orienta que áreas de matas particulares também sejam fechadas ou restritas e que os cidadãos evitem fazer trilhas ou caminhadas nas regiões de maior risco. Ao se deparar com primatas mortos ou doentes é importante avisar a Vigilância em Saúde (31 3541-5017) o mais brevemente possível, para que providências possam ser tomadas. É importante também que a população denuncie focos do mosquito, como em terrenos baldios ou lixo acumulado na rua pelo telefone: 3541-4427.

Um jornal moderno, com a credibilidade e a leveza no jeito diferente de informar. Notícias, cultura, gastronomia, negócios, eventos e muito mais sobre um dos bairros mais charmosos de BH.

31 3264.0211 | 3286.1181

Edição Digital

Inscreva-se e receba o Jornal Belvedere em formato PDF.

Não mandaremos Spam!