Proibidos de transitar na MG-030, motoristas de carretas protestam

Publicado Quinta, 12 Abril 2018 13:59
Manifestação: Motoristas que transportam minério realizaram uma manifestação pacífica na MG-030 Manifestação: Motoristas que transportam minério realizaram uma manifestação pacífica na MG-030

Caminhoneiros fazem manifestação em Nova Lima para continuar transportando o minério da Mineração Pau Branco pela MG-030. Motoristas foram avisados que deveriam assumir o risco do tráfego pelas vias.

Motoristas de cerca de 15 carretas que transportam minério para a Mineradora Phoenix, da Mina de Empresa de Mineração Pau Branco (EMPABRA) realizaram uma manifestação pacífica, no último dia 6 de abril ao longo da MG-030. A concentração se deu em frente ao Supermercado BH, em Nova Lima, onde os motoristas com as caçambas vazias seguiram em comboio pela Rodovia MG-030 rumo ao bairro Vila da Serra, na Trincheira, que faz divisa com Belo Horizonte. Ao som alto de suas buzinas, eles fizeram o retorno na rodovia e voltaram à mina, ocupando apenas uma faixa da via. Apesar da quantidade de carretas, o trânsito fluiu bem e os manifestantes foram acompanhados por quatro viaturas da Polícia Militar Rodoviária.

O motivo da manifestação, segundo o motorista José Geraldo Alves era em razão das péssimas condições da estrada de Rio de Peixe, único acesso permitido pela Promotoria Pública de Meio Ambiente do Estado de Minas Gerais para o escoamento de minério. Ainda segundo o motorista, a estrada que dá acesso à Sabará, que possui um percurso mais curto e de fácil acesso, estava naquele dia sendo monitorada pela polícia e a mineração havia avisado aos mesmos que eles deveriam assumir o risco do tráfego pelas vias.

Segundo informou o Ministério Público de Minas Gerais, “com a vigência da decisão liminar que impede a circulação das carretas que transportam minério na MG-030, visando resguardar a segurança na rodovia, a questão parecia solucionada depois que os caminhões passaram a transitar por uma via secundária, passando por Rio de Peixe”. A via, porém, sem asfaltamento e com muitos obstáculos está sendo rejeitada pelos caminhoneiros.

Rio Acima também proibiu

Ainda segundo o orgão, na sexta-feira, após receber “a informação de que a Prefeita de Rio Acima sancionou lei proibindo o trânsito das carretas por essa via secundária, a Promotoria de Defesa do Meio Ambiente de Nova Lima tentou, sem sucesso, contato com a chefe do município para discutir o problema”.

A Promotoria reuniu-se então no início da tarde do mesmo dia com o comandante da Polícia Militar do município para discutir uma solução que possibilite aos caminhoneiros que transportam minério continuar trabalhando, por entender que a utilização dessa via não representa risco para a comunidade.

Proibição desde de 2015

Em março de 2015, através de acordo firmado entre a mineradora e os municípios de Nova Lima e Rio Acima, foi proibido o transporte de minério pela Phoenix utilizando a Rodovia MG-030. Os veículos de carga da mineradora, então, deveriam utilizar a estrada de Rio Peixe para fazer o escoamento do produtos. No entanto, essa decisão não foi cumprida e a região vinha sofrendo com o transtorno e risco eminente por compartilhar sua única rodovia de acesso com as carretas carregadas de minério.

Em 2010, a empresa já havia sido proibida de utilizar o acesso passando por Sabará e Belo Horizonte para escoamento das 4 milhões de toneladas de minério da Mina Curumi, no bairro Taquaril, com direção à planta de processamento na cidade de Congonhas.

O JORNAL BELVEDERE tentou contato com a Mineração mas não obteve retorno.

Um jornal moderno, com a credibilidade e a leveza no jeito diferente de informar. Notícias, cultura, gastronomia, negócios, eventos e muito mais sobre um dos bairros mais charmosos de BH.

31 3264.0211 | 3286.1181

Edição Digital

Inscreva-se e receba o Jornal Belvedere em formato PDF.

Não mandaremos Spam!