Renault Kwid: na média, o condutor fica Zen

Publicado Segunda, 26 Março 2018 19:56
Vale a pena: Pelo preço de R$ 36.740, a versão Zen do Kwid tem uma boa relação custo/benefício © Foto: divulgação / Eduardo Aquino Vale a pena: Pelo preço de R$ 36.740, a versão Zen do Kwid tem uma boa relação custo/benefício © Foto: divulgação / Eduardo Aquino

Eduardo Aquino / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

O nome escolhido para a versão média do hatch popular da Renault é bem apropriado. O motorista fica Zen. Zen porque, com R$ 36.740, ele tem o conforto do ar-condicionado, da direção com assistência elétrica e do som com Bluetooth, USB e auxiliar; e a segurança dos dois airbags laterais e dos pontos de Isofix para fixar cadeiras infantis.

Começando pelo pacote de segurança, a versão intermediária Zen oferece uma boa relação custo/benefício. Os dois airbags laterais, por exemplo, são itens geralmente presente em versões mais sofisticadas e caras. Também conhecidos pelo nome em inglês (sidebags), eles protegem o tronco dos ocupantes da invasão da coluna “B” em caso de impacto lateral. Com eles, ombros, costelas, braços e até cabeças ficam menos expostos durante a colisão. Os dois pontos para fixar cadeiras infantis (Isofix) com muita segurança também são itens presentes em versões mais caras.

Na lista dos itens de conforto, o motorista consegue se proteger do calor e rodar com mais segurança com o ar-condicionado. Primeiro, porque (não sei se devido aos materiais de acabamento) o interior do Kwid sem ar-condicionado é desconfortável. Depois, porque o ar possibilita rodar com os vidros fechados nos grandes centros, proporcionando mais segurança. Por último, o ar vai ajudar na venda futura do carro, pois carro sem ar é mais difícil de vender. Por outro lado, o motor 1.0 de três cilindros sente um pouco a “carga” do ar, mas sem fazer feio, pois o Kwid é muito leve.

Outro item importante da lista de conforto é a assistência elétrica da direção. Bem calibrada, ela facilita a vida do motorista nas manobras (já facilitada pelas reduzidas dimensões do carrinho) e tem um bom “peso” em velocidades mais altas. O som também ajuda. Não é de altíssima qualidade, mas possibilita ouvir sem estresse aquela sua “play list” favorita que você tem no celular. O que pesa contra o conforto é o espaço interno, que não acomoda bem motorista e passageiros mais “encorpados”. Já a capacidade do porta-malas é compatível com o tamanho do carro.

Quanto à performance, o motorista também vai no ritmo Zen, rodando legal. Nesse ponto, é importante destacar que o Kwid tem uma das melhores relações peso/potência do segmento: o hatch compacto da Renault pesa apenas 779 quilos e seu motor desenvolve 70cv quando tem apenas etanol no tanque, o que resulta numa relação de 11,1kg/cv. Com gasolina, ar ligado e apenas o motorista, o carrinho ultrapassou os 15km/l de média. A suspensão, embora um pouco barulhenta, equilibra bem conforto e estabilidade.

Ficha Técnica

• Motor - Dianteiro, transversal, três cilindros em linha, 9999cm3 de cilindrada, que gera potências de 60cv (gasolina) e 70cv (etanol), ambos a 5.500rpm; e torques de 9,4kgfm (gasolina) e 9,8kgfm (etanol), ambos a 4.250rpm
• Câmbio – Tração dianteira, com câmbio manual de cinco marchas
• Direção – Com assistência elétrica
• Suspensão – Independente, do tipo McPherson na dianteira; e eixo de torção na traseira
• Dimensões – Comprimento, 3,68m; largura, 1,57m; altura, 1,47m; e entre-eixos, 2,42m
• Freios – Discos sólidos na dianteira e tambores na trasiera
• Rodas e pneus – Em aço, calçadas com pneus 165/70 R14
• Tanque – 38 litros
• Porta-malas – 290 litros
• Peso (ordem de marcha) – 779 quilos
• Principais itens de série – Ar-condicionado, direção elétrica, airbags frontais e laterais, ABS com EBD, vidros dianteiros e travas elétricos, Isofix para cadeirinhas infantis, banco traseiro com encosto rebatível, limpadores e desembaçador do vidro traseiro, abertura interna do porta-malas, indicador de troca de marchas e rádio com USB e Bluetooth.
• Preço – R$ 36.740

Um jornal moderno, com a credibilidade e a leveza no jeito diferente de informar. Notícias, cultura, gastronomia, negócios, eventos e muito mais sobre um dos bairros mais charmosos de BH.

31 3264.0211 | 3286.1181

Edição Digital

Inscreva-se e receba o Jornal Belvedere em formato PDF.

Não mandaremos Spam!