Virtus Highline 200 TSI: esse é folgado

Publicado Quinta, 10 Maio 2018 17:26
Na frente, enquanto o friso cromado dá um toque de elegância, os faróis com máscara negra colocam uma pitada de esportividade © Foto: Divulgação/Eduardo Aquino Na frente, enquanto o friso cromado dá um toque de elegância, os faróis com máscara negra colocam uma pitada de esportividade © Foto: Divulgação/Eduardo Aquino

Eduardo Aquino / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Espaço interno de sobra para ocupantes e bagagens de uma viagem longa de férias, linhas elegantes, motor moderno com bom fôlego e baixo consumo e um bom acerto de suspensão. Esses são os pontos positivos principais da versão topo de linha do sedã VW Virtus, derivado do hatch Polo. Por outro lado, o preço é um pouco salgado.

Derivado do hatch Polo, o sedã Virtus tem linhas elegantes, com uma suave pitada de esportividade, bem ao estilo germânico. Na frente, destacam-se os faróis de duplo refletor com máscara negra; os vincos acentuados no capô; e os faróis de neblina no formato trapezoidal. De perfil, o vinco que surge no nome da versão, no para-lama dianteiro, e varre toda a lateral, dão um toque de elegância, combinando com a modernidade dos desenho das rodas de liga. Na traseira do tipo fastback, o que chama a atenção são as lanternas “à la Jetta”, o ressalto na tampa do porta-malas e o acabamento cromado (da versão Highline) na parte de baixo do para-choque.

E as dimensões externas generosas (quase de um sedã de porte médio), se refletem no interior, onde o espaço oferece conforto razoável para cinco adultos. Devido à boa distância entre-eixos (de 2,65m), mesmo aqueles de elevada estatura, podem esticar as pernas nas laterais do banco traseiro. O porta-malas (de 521 litros) acomoda uma compra de mês de supermercado ou uma bagagem de viagem longa de férias, além de contar com assoalho móvel (opcional), rede para prender pequenos objetos, porta-objetos laterais e um amplo acesso devido ao formato da “boca”.

Por dentro, o acabamento destoa um pouco das elegantes linhas externas. De qualquer forma, destaque para o bonito desenho do painel, com uma faixa central em black piano e prata; a boa visualização que o motorista tem do quadro de instrumentos e da tela de oito polegadas sensível ao toque do sistema multimídia (que é bem completo); a praticidade do volante multifuncional, possibilitando ao motorista atender o telefone, sintonizar rádio e acessar diversas funções; o tecido que forra os bancos, que é compatível com o nosso clima tropical; e para o tradicional e eficiente suporte para celular da VW no alto do painel.

No pacote de segurança, entre itens de série e opcionais, destaque para os airbags laterais, os controles de tração e estabilidade com bloqueio eletrônico do diferencial, o detector de fadiga, o sistema Isofix para fixar cadeiras infantis, o assistente de partida em rampa, os faróis de neblina com auxílio em curvas e o sistema de monitoramento da pressão dos pneus.

O conjunto motor 1.0 TSi turbo de três cilindros e o câmbio automático de seis velocidades também merece elogios, pois o motorista conta com um bom fôlego já em baixas rotações, proporcionando ultrapassagens seguras; e com um funcionamento suave do câmbio, embora com respostas um pouco lentas. A possibilidade de trocas manuais por borboletas junto ao volante é um ponto positivo. A suspensão se comporta bem tanto quando você quiser usar o Virtus como um pacato sedã familiar quanto quando você quiser apertar mais o pedal da direita, mostrando bom equilíbrio mesmo nas curvas fechadas com piso irregular.

Principais equipamentos de série

Direção elétrica, assistente de partida em subida, computador de bordo, chave do tipo “Keyless”, alarme, controle automático de velocidade, airbags laterais, ar-condicionado digital, coluna de direção com ajuste de altura e distância, controles eletrônicos de estabilidade e tração e bloqueio eletrônico do diferencial, faróis de neblina com luz de conversão estática, sistema Isofix, luzes diurnas em LED, porta-luvas refrigerado, rodas de liga de 16 polegadas, sstema de som touchscreen “Composition Touch” com App-connect e volante multifuncional com “Shifts paddles”.

Opcionais

Revestimentos em couro, rodas de liga de 17 polegadas, banco do passageiro dianteiro rebatível, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, porta-malas com sistema de ajuste variável de espaço, antena Diversity, comando de voz, câmera traseira, detector de fadiga, farol com ajuste automático de intensidade e função coming/leaving home, indicador de pressão dos pneus e Post Collision Brake, instrumento combinado digital (Active Info Display), rede no porta-malas, sensor de chuva e crepuscular, sistema de navegação e sistema infotainment “Discover Media” com touchscreen de 8”, Bluetooth, sensor de aproximação, navegação e App-Connect.

Preços

Sem os opcionais, R$ 79.990. Completo, com pintura metálica, R$ 85.590.

 

Ficha Técnica

Motor – Dianteiro, transversal, três cilindros em linha, turbo, injeção direta de combustível, 999cm3 de cilindrada, que gera potências de 115cv (gasolina) e 128cv (etanol) a 5.500rpm e torque de 20,4kgfm (gasolina ou etanol) entre 2.000 e 3.500rpm
Câmbio – Tração dianteira e câmbio automático de seis marchas
Direção – Assistência elétrica
Suspensão – Independente, do tipo McPherson na dianteira; e eixo de torção na traseira
Dimensões – Comprimento, 4,48 m; largura, 1,75 m; altura, 1,46 m; e entre-eixos, 2,65m
Freios – A disco ventilados na dianteira e sólidos na traseira
Pneus e rodas – De liga de 17 polegadas, calçadas com pneus 205/50 R17
• Tanque – 52 litros
Porta-malas – 521 litros
Peso (ordem de marcha) – 1.192 quilos

Um jornal moderno, com a credibilidade e a leveza no jeito diferente de informar. Notícias, cultura, gastronomia, negócios, eventos e muito mais sobre um dos bairros mais charmosos de BH.

31 3264.0211 | 3286.1181

Edição Digital

Inscreva-se e receba o Jornal Belvedere em formato PDF.

Não mandaremos Spam!