Substituição na JAC: sai T5, entra T50

Publicado Terça, 04 Dezembro 2018 16:04
Frente: A grade, os faróis e o para-choque foram completamente reformulados © Fotos: Divulgação/Eduardo Aquino Frente: A grade, os faróis e o para-choque foram completamente reformulados © Fotos: Divulgação/Eduardo Aquino

Eduardo Aquino / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

A marca chinesa lança no Brasil o novo SUV compacto T50, que é uma reformulação mais profunda do T5. Além da mudança bem marcante no visual, o modelo ganhou motor 1.6 16V a gasolina, de 138cv; novo câmbio CVT e cinco câmeras, que possibilitam uma visão de 360º do veículo.

Como um bom chinês, o novo T50 tem ampla lista de equipamentos de série e custa a partir de R$ 83.990.

As primeiras unidades do SUV compacto começam a ser entregues aos concessionários ainda este mês de novembro. Ele começa a ser vendido em versão única, com motor 1.6 16V, câmbio do tipo CVT e uma ampla lista de equipamentos de série num pacote chamado de Pack2 (ar, assistente de partida em subida, controle de estabilidade, monitoramento da pressão dos pneus, Isofix, entre outros), por R$ 83.990. Mas existe a opção de equipá-lo anda mais com o Pack 3 (câmeras frontal, de ré e de 360°; luzes diurnas em LED, Kit multimídia, entre outros), que eleva o preço para R$ 87.990.

As mudanças externas em relação ao T5 incluem novos faróis, grade dianteira, luzes de neblina, lanternas traseiras, para-choques, spoilers, tampa traseira, acabamentos cromados, ponteiras de escape e rodas de liga, que ganharam um desenho mais esportivo. Destaque também para as luzes diurnas em LED.

Por dentro, o T50 também mudou muito (novos painel, quadro de instrumentos, multimídia com tela de boa visualização de oito polegadas e possibilidade de espelhamento do celular por Android Auto ou Apple Car Play e volante multifuncional) e do T5 sobraram apenas as maçanetas das portas e a alavanca de marchas.

Em termos de espaço e conforto, o T50 acomoda quatro adultos com conforto e tem um porta-malas com uma excelente capacidade de 600 litros. Ajuda também no conforto o ar-condicionado automático e digital, o controle automático de velocidades, a boa calibragem da direção e o bom acerto da suspensão. 

Debaixo do capô, o novo T50 traz um motor 1.6 16V, que tem variador de fase no comando de admissão e no de escape, o chamado DVVT (Dual Variable Valve Timing). Essa variação ajuda para garantir um bom torque nos baixos regimes e potência em altas velocidades. No curto teste que fizemos, em trechos urbanos e de estrada, ele foi eficiente.

O câmbio CVT, de seis marchas simuladas, combina bem com o motor, mas hesita um pouco em algumas situações. O volante tem boa pega e a direção tem boa calibragem, mas falta ajuste de profundidade da coluna de direção para encontrar uma melhor posição de dirigir. A câmera de ré ajuda bastante nas manobras, já que a traseira é alta.

Ficha Técnica

• Motor – Dianteiro, transversal, quatro cilindros, a gasolina, 1.590cm3 de cilindrada, 16 válvulas, que gera 138cv de potência (a 6.000rpm) e 17,1kgfm de torque (a 4.000rpm)
• Câmbio – Do tipo CVT (continuamente variável), com seis marchas virtuais
• Suspensão – Dianteira, independente, do tipo McPherson; e traseira, semi-independente, eixo de torção
• Direção – Assistência elétrica
• Dimensões – Comprimento, 4,34m; largura, 1,76m; altura, 1,64m; e entre-eixos, 2,56m
• Rodas e pneus – Rodas de liga de 16 polegadas, calçadas com pneus 205/55 R16
• Porta-malas – 600 litros
• Tanque – 42 litros
• Peso – 1.220 quilos

Um jornal moderno, com a credibilidade e a leveza no jeito diferente de informar. Notícias, cultura, gastronomia, negócios, eventos e muito mais sobre um dos bairros mais charmosos de BH.

31 3264.0211 | 3286.1181

Edição Digital

Inscreva-se e receba o Jornal Belvedere em formato PDF.

Não mandaremos Spam!