Moradores da região entram na disputa de vagas no Legislativo

Publicado Segunda, 27 Agosto 2018 14:26

Belvedere e região têm novos nomes que se apresentam como candidatos às eleições de 2018 para vagas ao Senado, à Câmara e à Assembleia Legislativa. São empresários e líderes comunitários e outros que também se destacam por seu trabalho em um estilo político diferente do tradicional.

A despeito de a maioria do eleitorado brasileiro se manter na descrença em relação à política, a eleição desse ano terá o maior número de candidatos, desde a disputa em 1989, quando aconteceu a redemocratização do País. De lá para cá uma eleição não se mostrava tão disputada. Somente para presidente são 13 candidatos ao todo. Entre os nomes, há candidatos com pendências na Justiça, como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e nomes que vão enfrentar o curto tempo de propaganda na televisão e no rádio. O primeiro turno de votações está marcado para 7 de outubro, quando serão conhecidos os nomes para o Senado, à Câmara de Deputados e Assembleias Legislativas. A disputa presidencial poderá ir para o segundo turno.

No País inteiro, 8.272 candidatos disputam 533 vagas para deputado federal e para estadual esse número atinge a 17.422 em todo o Brasil para 1.035 vagas nos estados. Em Minas, o TRE-MG recebeu, até o último dia 15 de agosto, 2.217 pedidos de registro de candidatura, incluindo os pretendentes a vice-governador e suplentes de senador – dois para cada titular. O número recebido é o maior da história em eleições gerais. Foram apresentados nove pedidos de registro de candidaturas para governador (entre ele, o do ex-prefeito Marcio Lacerda, que se retirou da disputa. Cinco deles foram de partidos que concorrerão isoladamente e quatro de coligações.

Em tempos de escândalos de corrupção de grandes proporções, agregados à ascensão da Internet e redes sociais, as eleições deste ano traz, com mais força, mudanças significativas no comportamento do eleitor em relação à escolha de seus representantes políticos.

Na região, novos nomes de moradores aparecem na lista de candidatos para o Senado, à Câmara Federal e para a Assembleia. O JORNAL BELVEDERE apresenta o perfil de cada candidato da região, mostrando seu partido e suas bandeiras.

O conteúdo das informações aqui publicadas contou com a colaboração dos candidatos e de suas assessorias.

CANDIDATOS AO SENADO

As duas vagas ao Senado estão sendo disputadas por dezenas de candidatos registrados no TER-MG, e de acordo com as últimas pesquisas de intenções de votos a liderança está com a ex-presidente da República, Dilma Rousseff (PT) e o jornalista Carlos Viana, apresentador da rádio Itatiaia e da TV Record. Entretanto, entre os candidatos o único que mora na região é o advogado e deputado federal Rodrigo Pacheco, que disputa pelo Democratas.

Rodrigo Pacheco

O deputado federal Rodrigo Pacheco (Democratas) é candidato ao Senado na coligação “Reconstruir Minas”.  Morador do Belvedere, Rodrigo Pacheco é formado em Direito pela PUC Minas, se especializou em Direito Penal. Foi o mais jovem conselheiro Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), entre 2013 e 2015.

Na OAB, foi presidente da Comissão Nacional de Apoio aos Advogados em Início de Carreira, coordenador em Minas Gerais do Projeto Eleições Limpas da OAB Federal, além de ex-conselheiro estadual e ex-presidente da Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas da OAB/MG. Foi membro do Conselho de Criminologia e Política Criminal do Estado de Minas Gerais. Eleito deputado federal em 2014, foi presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, cargo exercido pela primeira vez por um deputado em primeiro mandato.

Atualmente, é presidente do Democratas em Minas Gerais. Foi eleito um dos 10 melhores parlamentares do País na edição 2017 do “Prêmio Congresso em Foco”, que contempla os congressistas mais éticos, responsáveis e atuantes.

CANDIDATOS À CÂMARA

Felipe da Mata

Felipe da Mata, empresário do ramo de educação internacional há 11 anos, é formado em Economia e mestre em Administração pela UFMG, e pós-graduação em Gestão pela Fundação Dom Cabral. Candidato a deputado federal por Minas pelo Partido Novo, Felipe é fundador de movimentos contra as regalias para políticas e do movimento RenovaLima, sendo o coordenador de relações institucionais da entidade. Como candidato propõe uma gestão mais eficaz dos recursos públicos, contra o aumento de impostos e regalias da classe política.

Em sua trajetória, o candidato defendeu uma gestão eficaz dos recursos do governo, contra o aumento de impostos como o IPTU e a favor da diminuição da máquina pública, planejamento urbano e orçamentário. Sem parentes ou amigos políticos, Felipe nunca participou de qualquer licitação ou recebeu dinheiro público e sempre atuou por uma gestão saudável, participativa e comunitária, atuando ativamente na Região Metropolitana de BH e na luta pelos direitos dos cidadãos.

Para o candidato, um deputado por Nova Lima poderia auxiliar por meio de emendas e também politicamente à RMBH. Para ele, Nova Lima precisa de alguém para ser o interlocutor entre os diversos atores envolvidos: prefeitura de BH, Nova Lima, Minas e Brasília. Outro ponto que utiliza como exemplo seria o de ajudar a rever o pacto federativo do Brasil, uma vez que vários municípios possuem dificuldade em receber os repasses, e acabam tendo que pedir recursos em Brasília.

Lucas Gonzalez

Lucas Gonzalez, mineiro, tem 29 anos, morador do Vila da Serra, é casado e tem um filho. Formado em Direito pela Milton Campos, sua carreira deu-se, principalmente, na área de gestão. Começou a trabalhar aos 18 anos na Transpes, empresa fundada por seus avós em 1966. Em 2015 conclui o MBA em Gestão Empresarial na FGV, onde aprofundou o seu aprendizado sobre gestão, quesito que ele acredita ser fundamental numa política moderna.

Em 2016, foi um dos 250 jovens escolhidos para fazer parte do programa “Sonhos possíveis” do iFHC e em 2017 se filiou ao partido Novo, no qual se identifica pelo compromisso pela mudança no Brasil. Acredita que a capacidade de imaginar um amanhã diferente é fundamental para ser liderança no século XXI.

Fred Costa

Fred Costa agora se candidata a deputado federal pelo Patriotas e tem um histórico de ações antigas em prol dos moradores do Belvedere, Nova Lima, Rio Acima, Raposos e Região. Na Assembleia Legislativa, teve atuação decisiva para impedir a instalação de uma praça de pedágio entre o Jardim Canadá e o Alphaville. Fiscalizador de melhorias na BR-040, agora após suas cobranças a via vai receber melhorias como a instalação de defensa metálica em um trecho crítico e a manutenção da iluminação.

O deputado vem atuando no combate ao tráfego irregular de carretas das mineradoras na MG-030 e empenhou esforços para que fossem instaladas as câmeras de vídeo monitoramento pelos bairros da Região Centro-Sul, principalmente, no Belvedere, bem como da instalação da Base Móvel da Polícia Militar.

Mantém um trabalho permanente com conquistas de destaque na proteção dos animais, do combate à violência contra a mulher, no respeito aos idosos, às pessoas com Down e TDAH. Mantém o compromisso de sempre votar e atuar contra o aumento de impostos e abriu mão do auxílio-moradia desde o primeiro dia do seu primeiro mandato. Em Brasília, propõe prioridade na aprovação da reforma tributária.

CANDIDATOS À ASSEMBLEIA

Bernardo Silviano Brandão

Advogado e atualmente morador do Vila da Serra, Bernardo Brandão formou pela Faculdade de Direito Milton Campos e presidiu a Associação Atlética da Milton Campos. Trabalha em empresas nos ramos de construção civil, mineração e saúde, atuando nas áreas de Direito Empresarial, Trabalhista e Cível.

A decisão de se tornar candidato a deputado Estadual surgiu devido a situação que Minas Gerais se encontra. “O Estado não tem conseguido honrar compromissos, deixa de prover serviços básicos à população e não há qualquer sinal de mudança. Acredito que uma significante renovação nos integrantes do Poder Legislativo é um dos caminhos para melhorarmos a atual situação. Precisamos dar oxigênio à Assembleia de Minas, pois hoje temos um legislativo com ideias e práticas antigas, sem visão e projeto de futuro para o Estado”, afirma Bernardo Brandão.

Se eleito, o candidato pelo Novo, pretende trabalhar pela fiscalização do Poder Executivo estadual e atuar para o alcance de um Estado mais eficiente, capacitado e principalmente desburocratizado.

Sérgio Americano Mendes

Sérgio Americano Mendes é empresário, engenheiro, casado com a advogada Andréia e pai do Lucas e da Sofia. Nunca exerceu cargos políticos e é fundador da Amavise e RenovaLima, movimentos que conseguiram várias vitórias na luta contra aumentos abusivos de IPTU, nepotismo, privilégios da classe política e desperdícios de recursos públicos.

É integrante da Bancada da Lava Jato, grupo de candidatos apoiados pelos Policiais Federais com experiência na luta anti-corrupção. Sérgio é candidato a deputado estadual pelo Novo.

Doorgal Andrada

Doorgal Andrada 25 anos, é formado em Direito, Oficial da Reserva (r/2) do Exército, atual presidente da Comissão de Legislação e Justiça da Câmara de Belo Horizonte e atleta de triatlo. Ele propõe uma transformação na política e mudança administrativa no Estado. É candidato a deputado estadual pelo Patriotas e, em seu mandato de vereador, vem se destacando por uma posição firme em defesa da independência do Legislativo em relação ao Executivo e por buscar, ao máximo, ampliar o debate sobre os temas mais polêmicos por meio de audiências públicas e reuniões.

Doorgal abriu sua atuação na Câmara às pessoas com o aplicativo “Nosso Mandato”, que permite consultar e opinar projetos de lei, acessar os projetos apresentados por ele, marcar reuniões, etc. No ano passado, ele votou contra o aumento de impostos e, neste ano, trabalha para garantir uma regulamentação justa dos aplicativos de transporte, de maneira a não inviabilizar os serviços, inclusive dos taxistas.

Dorgal defende o fortalecimento dos municípios, a redução dos impostos e mais eficiência da administração pública para prestar melhores serviços ao cidadão.

Gustavo Corrêa

Gustavo de Faria Dias Corrêa, 43 anos, morador do Belvedere, está cumprindo seu quarto mandato na Assembleia de Minas e é candidato a deputado estadual pelo DEM. Foi vice-líder da bancada do PFL, atual DEM e atualmente foi escolhido para liderar o Bloco de Oposição Verdade e Coerência. Participa das comissões de Esporte, Lazer e Juventude e de Redação, além de ter sido membro da Comissão Extraordinária de Barragens e membro da Comissão de Defesa da Pessoa com Deficiência, onde apresentou um projeto (PL1925/2015) que propõe alteração da Lei nº 14086, para incluir o financiamento de iniciativas e projetos voltados à pessoa com deficiência entre as finalidades do Fundo Estadual de Defesa de Direitos Difusos (FUNDIF).

Gustavo foi relator de projetos relacionados ao funcionalismo público, como os que deram origem às leis orgânicas da Polícia Civil e do Tribunal de Justiça. É relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 98/06, que proíbe a reeleição da Mesa da ALMG e autor do PL 3.724/06, que prevê a advertência “Se beber, não dirija” nas embalagens de bebidas alcoólicas. No primeiro ano da atual legislatura, o deputado trabalhou para viabilizar melhorias e discutiu a definição de pontos de instalação de câmeras de monitoramento e trabalhou para viabilizar a Base Comunitária da PM para o Belvedere.

João Leite

João Leite da Silva Neto é casado, tem três flhos e duas netas. É Bacharel em História e membro da Igreja Batista Central e fundador da ONG Atletas de Cristo.  É candidato a deputado estadual pelo PSDB. Sua vida profissional começou como atleta de futebol jogando como goleiro no Clube Atlético Mineiro.

Também jogou no Guarani, de Campinas, no Vitória de Guimarães, em Portugal e na Seleção Brasileira, em 1981 e 1982. Em sua vida de atleta, João Leite foi o jogador que mais vestiu a camisa do Galo Mineiro, 684 vezes, tendo conquistado 10 títulos estaduais e uma Comenbol. Foi vereador por Belo Horizonte e deputado estadual, sendo o deputado mais votado do Estado nas eleições de 1998 e 2002.

João Leite presidiu duas comissões parlamentares de inquérito: a do Sistema Penitenciário e a da emissão de Carteiras Nacionais de Habilitação. Atualmente, preside a Comissão Extraordinária Pró Ferrovias Mineiras e é membro efetivo das comissões de Segurança Pública e Defesa do Consumidor e Contribuinte.

Juliana Sales

Juliana Sales, tem 27 anos é mineira de Nova Lima, candidata estadual pelo PHS. É Arquiteta e Urbanista, é pós-graduanda em Poder Legislativo e Políticas Públicas. Juliana, é líder dos projetos RenovaBR e Movimento Acredito, que são iniciativas políticas, suprapartidárias, que selecionam e preparam pessoas que podem contribuir positivamente com a política. Ela, é idealizadora dos projetos Bate-Papo Político, Desmistificando a Política, A Nova Lima que Queremos e Política na Escola.

A educação é tema central na plataforma de Juliana, que defende políticas de valorização do profissional da educação e também melhorias na infraestrutura escolar. O desenvolvimento das cidades também faz parte do programa de trabalho da candidata, que pretende estimular e apoiar os municípios mineiros na elaboração dos Planos Diretores, na defesa do Plano de Mobilidade e do Plano Diretor de Desenvolvimento integrado da Região Metropolitana de Belo Horizonte, além da luta por um transporte público intermunicipal eficiente.

Um jornal moderno, com a credibilidade e a leveza no jeito diferente de informar. Notícias, cultura, gastronomia, negócios, eventos e muito mais sobre um dos bairros mais charmosos de BH.

31 3264.0211 | 3286.1181

Edição Digital

Inscreva-se e receba o Jornal Belvedere em formato PDF.

Não mandaremos Spam!