Segóvia: pura Idade Média espanhola

Publicado Sexta, 09 Agosto 2019 18:42
Aqueduto romano: Uma estrutura de pedra, sem uso de argamassa e 128 pilares, distribuídos em mais de 800 metros de comprimento e 30 metros de altura, incrivelmente preservada © Foto: Divulgação / wikipedia Aqueduto romano: Uma estrutura de pedra, sem uso de argamassa e 128 pilares, distribuídos em mais de 800 metros de comprimento e 30 metros de altura, incrivelmente preservada © Foto: Divulgação / wikipedia

Paulo Queiroga / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Segóvia é um daqueles destinos da Espanha, que não visitá-lo é perder a oportunidade de conhecer as origens desta riquíssima mescla cultural que amalgamou o país.

Para nós brasileiros, toda viagem à Espanha começa, naturalmente, pela capital Madri, onde se sorve toda a riqueza cultural e excelência dos serviços turísticos desta metrópole. Iremos falar dela, aqui, em breve. Se você estiver com o roteiro meio apertado de tempo, Segóvia pode ser incluída em seu planejamento de viagem como uma “esticadinha” de Madri, pois, fica há uma hora da capital, na região de Castela e Leão.

Mas, o ideal é passar pelo menos uma noite neste ambiente medieval, testemunho vivo da história, desde o período romano à Idade média registrando entre ruelas e monumentos a fusão das culturas cristã, moura e judaica, que formaram a península ibérica.

A cidade, repleta de magia e encantamento, tem uma importância particular para nossa história. Em Segóvia, a Rainha Isabel foi proclamada rainha de Castela, em 13 de dezembro de 1474, quando passou a residir com seu rei, Fernando de Aragon. O casal, conhecido por reis católicos, também expulsou os mouros de Portugal e Espanha e financiou a expedição de Cristovão Colombo à América transformando o cenário geopolítico do Ocidente.

Segóvia é patrimônio Cultural da Humanidade da UNESCO. Estando na cidade, vive-se logo a história deste povo, ao mesmo tempo bravo, sensível, orgulhoso de sua cultura e sabedores, como ninguém, da boa receptividade e simpatia com o visitante.

Os monumentos

O aqueduto romano, sem dúvida é a edificação mais marcante do cenário urbano de Segóvia. Uma estrutura de pedra, sem uso de argamassa e 128 pilares, distribuídos em mais de 800 metros de comprimento e 30 metros de altura, incrivelmente preservada. Mandado construir pelo Imperador Trajano, no princípio do século II d.C, o aqueduto testemunha a fabulosa engenhosidade da arquitetura imperial romana.

O Palácio de Alcázar, um dos monumentos históricos mais simbólicos da Espanha, foi erguido em forma de uma proa de navio, na confluência dos rios Eresma e Clamores, sobre um penhasco rochoso, construído sobre ruínas romanas para servir, inicialmente, de fortaleza árabe. O Alcázar, depois, permaneceu, durante muito tempo, como uma das residências favoritas dos poderosos monarcas de Castela e também como fortaleza estratégica na defesa do reino.

O castelo, muito bem preservado por dentro e por fora, foi sendo construído e ampliado ao longo de séculos pelas famílias dos monarcas. Conta-se, lá, que o castelo serviu de inspiração ao Walt Disney para o famoso desenho “A Bela Adormecida”

Plaza Mayor

A Plaza Mayor, historicamente, era conhecida como Praça de San Miguel, por causa da antiga igreja em homenagem ao santo, demolida para dar lugar à nova praça.

Praticamente, toda cidade da Espanha, a partir do século 17, tem sua Plaza Mayor, onde se concentra o movimento de toda a urbe. No final do século 19, o local passou a se chamar Plaza de La Constituición, em razão do sonho republicano dos espanhóis, que culminou na revolução de 1868 e nas cortes constituintes de 1869. Mas, se preserva até o hoje o nome de Plaza Mayor. Um lugar amplo e muito agradável para se sentar, beber um café, um bom vinho espanhol ou cerveja e apreciar o movimento de turistas e de locais.

A Catedral de Nuestra Señora de La Asuncion y san Frutos, construída no século 16, conhecida como a Dama das Catedrais, devido às dimensões e à elegância da construção em estilo gótico tardio, reina absoluta na Plaza Mayor. A torre da igreja, com impressionantes 90 metros de altura e as abóbodas com até 33 metros de comprimento dominam o cenário de toda a praça.

O Mirador Del Postigo, um mirante a que se chega margeando o aqueduto, dá uma visão panorâmica da cidade, com as montanhas ao fundo, completando a magia desta paisagem da Espanha medieval.

Um jornal moderno, com a credibilidade e a leveza no jeito diferente de informar. Notícias, cultura, gastronomia, negócios, eventos e muito mais sobre um dos bairros mais charmosos de BH.

31 3264.0211 | 3286.1181

Edição Digital

Inscreva-se e receba o Jornal Belvedere em formato PDF.

Não mandaremos Spam!