Bangkok dos templos budistas

Publicado Terça, 27 Fevereiro 2018 18:18
Família Real: O Grande Palácio é um conjunto de edifícios em Bangkok que serviu como residência oficial do rei de Tailândia Família Real: O Grande Palácio é um conjunto de edifícios em Bangkok que serviu como residência oficial do rei de Tailândia

Paulo Queiroga / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

A capital da Tailândia, antigo centro do Reino do Sião, costuma ser a principal porta de entrada para um roteiro pela Ásia. Mas, esta cidade fascinante, tem muito a oferecer ao turista ocidental.

A hospitalidade, delicadeza do povo, a movimentação das ruas, o exotismo da comida, os templos budistas, o artesanato e obras de arte em madeira a preços super baixos e a singularidade de sua cultura fazem deste roteiro algo inesquecível. A cidade mais visitada do mundo em 2017, primeiramente, assusta, pelo trânsito completamente louco com os tuk tuk fazendo malabarismos entre carros e pedestres.

Aos poucos, o visitante substitui o susto pelo encanto. A forma delicada e afetiva com que a população trata o turista tranquiliza o espanto inicial e nos dá oportunidade de apreciar essa cultura singular.Não só pela língua, que já seria motivo de sobra para se conhecer a cidade junto com um guia especializado, o profissional irá lhe levar a lugares que, dificilmente, um viajante solitário conheceria.

Leve roupas leves para a Tailândia, mas fique atento para as normas morais da religião budista. Exige-se roupas discretas para a entrada nos templos, tanto dos homens quanto das mulheres. O tailandês, em geral, tem um fascínio com a família real, que é venerada nos out doors pelas ruas, no comércio e nas casas dos moradores.

Buda de Esmeralda

O Grand Palace, antiga residência da família real, a principal atração de Bankok é a primeira a ser visitada. A sofisticação da arte oriental, as torres com decoração abusadamente dourada impressionam naquele ambiente imenso. O local é majestoso e com uma riqueza de detalhes surpreendente. O viajante atento ficará ali por horas, em cada detalhe dos templos.

Ao lado do Palácio Real está o famoso Buda de Esmeralda, no templo Wat Pha Kaew. Curiosidade é que o Buda de Esmeralda, e, de fato, feito de jade. O templo é ainda utilizado pela família real. Para entrar no Wat Phra Kaew é exigido que se tire os sapatos e não é permitido fotografar, como nos outros templos.

Outro templo de visita obrigatória em Bangkok fica a 10 minutos do Palácio Real, numa encalorada caminhada. É o What Pho, um dos mais visitados do país. Lá está o Buda Reclinado, uma famosa estátua de 43 metros de comprimento e símbolo de veneração da cultura budista.

Mais uma caminhada pela ensolarada Bangkok até o terminal de balsas, leva o viajante encantado a atravessar o rio e, cinco minutos depois, desembarca em um dos principais cartões postais da cidade: o What Arun, conhecido com o Templo do Amanhecer, em estilo de arquitetura cambojano, diferente dos demais, ele é todo coberto em porcelana ricamente decorada. Por estar meio afastado da muvuca da cidade, o templo fica mais vazio. Nem por isso, deve-se deixar de visitá-lo, pois não ele deve nada em beleza arquitetônica, majestade e decoração aos demais templos.

A Khao San Road é toda uma região supermovimentada de turistas. Lojas de tudo o que você imaginar. À noite, vale a pena admirar o movimento da cidade, as cadeiras nas ruas, onde as pessoas recebem massagens nos pés, e locais onde se confundem casas de massagem tailandesas e ponto de encontro.

Uma boa e exótica opção para jantar em Bangkok é o Asiatique, um mercado noturno situado nas margens no rio Chao Phraya. Bem diferente dos mercados noturnos de rua, que são cheios de barraquinhas, o Asiatique tem um ar mais gourmet e turístico. Cheio de bons restaurantes e lojinhas de produtos tailandeses.

Outro lugar a ser visitado, é Ayutthaya, cidade fundada em 1350 e que, por 400 anos, foi a capital da Tailândia. Sua localização estratégica a fez um grande centro comercial.  Em 1700, Ayuttaya figurou entre as cidades mais populosas do mundo até ser invadida e saqueada pelos birmaneses.

Deixe-se levar pelos encantos da cultura budista em Bangkok e se prepare ali  para seu roteiro inesquecível pela Ásia.

Um jornal moderno, com a credibilidade e a leveza no jeito diferente de informar. Notícias, cultura, gastronomia, negócios, eventos e muito mais sobre um dos bairros mais charmosos de BH.

31 3264.0211 | 3286.1181

Edição Digital

Inscreva-se e receba o Jornal Belvedere em formato PDF.

Não mandaremos Spam!